Topo
Esporte

Botafogo faz gol no último lance, empata com Athletico e mantém liderança

do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/06/2024 21h03

O Botafogo empatou com o Athletico Paranaense em 1 a 1 nesta quarta-feira (19) jogando no Estádio Nilton Santos pela 10ª rodada do Brasileirão.

Gonzalo Mastriani marcou para os rubro-negros e Bastos fez na última bola do jogo. O uruguaio anotou o seu quarto gol na competição, enquanto o zagueiro angolano fez o segundo.

Com o ponto, o Botafogo é o primeiro colocado com 20 pontos, seguido de Flamengo com 18 e um jogo a menos. A próxima partida do alvinegro será contra o Criciúma, no sábado (22), fora de casa.

O Athletico segue no G4 somando 18 pontos na terceira colocação. Na próxima rodada, no domingo (23), o Furacão enfrenta o Corinthians em Curitiba.

Os paranaenses terminaram o jogo com cinco jogadores amarelados em lances diferentes por interromperem contra-ataque. Alex Santana foi advertido pelo árbitro após menos de 30 segundos em campo.

Como foi o jogo

Athletico e Botafogo entraram em campo disputando diretamente a liderança do campeonato. A vontade das duas equipes resultou em um jogo movimentado e com tentativas ofensivas para os dois lados, mas foi o Furacão que chegou com mais eficiência no ataque mesmo jogando fora de casa e com menos posse de bola.

As equipes foram para o intervalo com o placar em 0 a 0 graças à pontaria desregulada. A melhor chance do primeiro tempo com direção certa surgiu em erro na saída de bola, com Fernandinho tentando encobrir John e assustando a torcida do Glorioso.

A dinâmica se manteve para a etapa final e enfim coroou o Athletico. Com mais finalizações do que os anfitriões, o time paranaense achou um gol clássico de centroavante com Mastriani. Os torcedores presentes no Nilton Santos demonstraram impaciência com os erros do Botafogo, principalmente após ficarem em desvantagem no placar.

O Botafogo buscou o empate no último lance colocando o time inteiro na área, inclusive John, e incendiou o estádio. Com o gol, o Glorioso mantém a liderança.

Lances de destaque

Tentou por cobertura. Aos 26 minutos do primeiro tempo, a zaga do Botafogo errou na saída e a bola sobrou para Fernandinho. Perto do meio de campo, o volante arriscou uma finalização por cima do goleiro, mas John se esticou para espalmar e depois ficar com a bola.

Bloqueado. Aos 29 minutos, Botafogo chegou com perigo cruzando na área. Júnior Santos apareceu para finalizar de primeira, mas Léo Godoy evitou o gol.

Por cima do gol. Aos 36, Mastriani dominou na área e cruzou para Erick na esquerda, cruzando para a segunda trave. Kaique Rocha pulou sem alcançar o bom lançamento, que sobrou para Thiago Heleno. O zagueiro apareceu para finalizar mas a bola subiu demais.

0x1. Aos 7 do segundo tempo, Cuello cortou pela esquerda e cruzou para a área. Mastriani apareceu no lugar certo para esticar a perna e finalizar de primeira para o gol.

John defende! Com 12 minutos, Linck lançou para o campo de ataque e a bola encontrou Cuello. O argentino dominou e levou para a área para finalizar, mas o goleiro do Botafogo saiu bem para bloquear com o corpo.

Botafogo tenta. Aos 16, Cuiabano chegou sozinho na área para finalizar bola cruzada com muito perigo. O chute acabou indo para fora.

John de novo. Aos 35, Julimar avançou com velocidade pela esquerda e cruzou para Christian finalizar de primeira. John espalmou a bola que chegou com muita velocidade.

1x1. No último lance do jogo, aos 53 minutos, Bastos fez de cabeça após cobrança de escanteio. Até o goleiro John foi para a área buscar o empate.

Ficha Técnica
Botafogo 1 x 1 Athletico-PR

Data e horário: 19 de junho 2024, às 19h (horário de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Árbitro: Ramon Abatti Abel
Assistentes: Alex dos Santos e Gizeli Casaril
VAR: Igor Junio Benevenuto
Cartões amarelos: Erick, Esquivel, Christian, Pablo, Alex Santana
Cartões vermelhos: nenhum

Gols: Mastriani, Bastos

Botafogo: John; Damián Suárez (Yarlen), Lucas Halter, Bastos e Cuiabano; Danilo Barbosa (Luiz Henrique), Marlon Freitas (Gregore) e Tchê Tchê; Óscar Romero (Fabiano), Júnior Santos e Eduardo (Diego Hernández). Técnico: Artur Jorge.
Athletico: Léo Linck; Léo Godoy, Thiago Heleno, Kaique Rocha e Esquivel (Gamarra); Fernandinho, Erick e Christian (Zé Vitor); Nikão (Alex Santana), Cuello (Julimar) e Mastriani (Pablo). Técnico: Daniel Cerqueira.

Esporte