Topo
Esporte

Alisson reconhece desempenho ruim, mas dá méritos ao Cuiabá: "Na última rodada fez 5"

19/06/2024 22h54

Alisson adotou um tom crítico ao analisar a atuação do São Paulo nesta quarta-feira após a derrota sofrida para o Cuiabá, por 1 a 0, em pleno Morumbis, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador reconheceu a atuação de sua equipe aquém das expectativas, mas também deu méritos ao adversário.

"Não tem jogo fácil no Brasileiro. Cuiabá na última rodada fez cinco [gols], hoje veio aqui e novamente fez um jogo muito bom. É aprender com os erros que tivemos aqui hoje, escutar o professor. Ele vai nos mostrar friamente, vamos ver o que erramos. A gente se cobra bastante como equipe para que a gente possa chegar no Rio de Janeiro, buscar a vitória e recuperar os pontos que perdemos aqui hoje", disse Alisson já pensando no duelo do próximo sábado, contra o Vasco da Gama, em São Januário.

Após o apito final, o time do São Paulo deixou o gramado sob tímidas vaias vindo das arquibancadas. A partida marcou a primeira derrota sob o comando do técnico Luis Zubeldía, que perdeu sua invencibilidade de 12 jogos.

"A gente entende a frustração do torcedor. O torcedor veio aqui achando que a gente pudesse fazer outra grande partida, como vínhamos fazendo, mas, infelizmente, hoje não aconteceu. Nós, jogadores, também nos cobramos, sabemos que fomos muito abaixo daquilo que vínhamos fazendo. Eu, Alisson, também me cobro bastante individualmente para que eu possa ajudar meus companheiros também. Agora é esquecer, sábado já tem outra pedreira, que é o Vasco, e precisamos recuperar os pontos que perdemos em casa", prosseguiu.

Nesta quarta-feira, o São Paulo entrou em campo com três mudanças em relação ao time que enfrentou o Corinthians. Luiz Gustavo, Lucas e Rodrigo Nestor deram lugar a Galoppo, Wellington Rato e Michel Araújo. Há quem diga que as alterações pesaram para o desempenho ruim da equipe nesta quarta-feira, mas Alisson não acredita que o resultado possa ter relação com a equipe escolhida por Zubeldía para iniciar o confronto com o Cuiabá.

"Jogando de dois em dois dias, três em três dias, é impossível você repetir a escalação. A gente já teve outras oportunidades que quem entrou, deu contra do recado. Infelizmente, hoje não foi uma noite boa para todos. Eu me cobro individualmente, sei que preciso melhorar para ajudar meus companheiros. Mas quem está aqui no São Paulo tem qualidade, nosso elenco é muito forte. Não é por causa de uma derrota que a gente vai achar que está tudo errado. É lamentar hoje e amanhã já começar a trabalhar novamente para chegar lá contra o Vasco e buscar a vitória", concluiu.

Esporte