Topo
Esporte

Leila diz que não renovaria com Dudu em 2025; veja mais frases da dirigente

do UOL

Do UOL, em São Paulo

17/06/2024 11h54

Leila Pereira foi direta sobre a negociação com o Cruzeiro envolvendo Dudu. A presidente do Palmeiras afirmou que não renovaria nem aumentaria o contrato do atacante e que aguarda a assinatura do jogador para formalizar a venda.

Confira frases duras da dirigente

Quando Dudu veio com essa proposta extremamente vantajosa para ele, que não podemos e não vamos cobrir, tenho que tomar uma decisão. Não vou segurar um jogador sabendo que não posso cumprir essa proposta, que não vou estender esse contrato. Leila Pereira, ao Sportv

Se o jogador fala 'eu quero sair', tenho que deixar sair.

Pelo Palmeiras, Dudu está vendido, mas preciso da assinatura do atleta. Se ele não assinar o contrato [com o Cruzeiro], o dele conosco vai até 2025 e ele sairá de dezembro de 2025, porque não posso obrigá-lo a assinar.

Já tinha sido definido que o Dudu iria para o Cruzeiro com a autorização dele, do atleta, já que não vamos estender o contrato do Dudu e não vamos alterar em um centavo o valor do salário dele.

Quando vejo que é melhor para o Palmeiras deixar que um jogador sair, tenho que tomar decisão. Não posso ir para o coração, não posso ir pelo clamor popular. (...) Sou muito prática e objetiva, administro o Palmeiras de uma forma racional..

[O Dudu] Sempre vai estar nos nossos corações, sempre vamos estar extremamente gratos. O ciclos se iniciam e se encerram. Não tenho dúvida, o ciclo do Dudu no Palmeiras se encerrou. Estou sendo muito objetiva para que não tenha dúvida.

O Palmeiras entende e deseja que ele cumpra com o que se comprometeu, assinar um contrato com o Cruzeiro. É isso que o Palmeiras deseja.

O que mais Leila disse sobre o caso Dudu

E se Dudu voltar atrás? "Essa decisão está nas mãos do atleta. A questão é muito singela, ele, o Palmeiras e o Cruzeiro formalizaram um acordo de que ele iria no meio do ano para o Cruzeiro. É só ele cumprir o que se comprometeu. Não tem problema absolutamente nenhum, absolutamente tranquila. Não é que vai ser reintegrado, ele é atleta do Palmeiras. Ficará conosco até dezembro de 2025".

Negociação com o Cruzeiro: "Há uns 25 dias o nosso diretor de futebol [Anderson Barros] me procurou dizendo que tinha sido procurado pelo Dudu. Com o Dudu informando a ele que tinha recebido uma proposta do Cruzeiro, que ele ficou muito balançado, que era uma proposta muito interessante para a carreira dele. Proposta de quatro anos de contrato, mais um dependendo de metas, e valor de salário superior. Soube pelo Mattos que quem procurou o Cruzeiro foi o próprio atleta".

Conversas com Barros e Abel: "O Dudu conversou outras vezes com o Anderson [Barros], conversou com o Abel [Ferreira]. Sabíamos há mais de 20 dias. Quem trouxe a proposta, quem disse que queria sair era o atleta. O Alexandre Matos me ligou perguntando se poderia mandar a proposta e eu autorizei".

Compromisso entre os três: "Na semana eu autorizei, foi um acordo entre Palmeiras, Dudu e Cruzeiro. Os três decidiram que o melhor para todos seria aceitarmos essa proposta. E aí aconteceu esse imbróglio, que o Dudu disse que ia, depois que não iria mais. Mas, formalmente, não fomos comunicados de que ele iria voltar atrás. Ele tem um compromisso com o Palmeiras e com com o Cruzeiro, iniciado por ele. Espero que o atleta também dê acordo, que cumpra o compromisso que firmou".

Procura do atleta: "Atleta nos procurou. Pelo lado do Palmeiras, achamos que seria bom, já que em dezembro de 2025 ele iria sair. Por que postergar uma situação se você pode fazer agora com um contrato tão representativo para o atleta? Interesse de todos nós que a negociação se efetivasse".

Nas mãos de Dudu: "Eu autorizei a venda do Dudu, pelo Cruzeiro está tudo certo, agora está nas mãos do atleta. Acredito que ele vai honrar, sim, com o compromisso dele e assinar".

Honrar a palavra: "Conquistas do Palmeiras não são em virtude de uma pessoa, e sim de um conjunto. O Palmeiras sempre honrou e vai continuar honrando sua palavra enquanto eu for presidente. Disse ao Cruzeiro que venderia o Dudu, com o aval do atleta. Não poso admitir que, quando as três partes estão acordadas, e do dia para a noite uma delas diz: 'Não quero mais'. Ele tem esse direito, mas eu não gostaria que isso acontecesse (...) Chegou o fim do Ciclo de Dudu no Palmeiras. Vai continuar no coração, mas o Palmeiras é maior do que qualquer um de nós".

Palmeiras sem Dudu: "Em 2020, o Dudu saiu do Palmeiras. Ele ficou um ano fora. Quis sair, é a segunda vez que isso acontece. O Palmeiras não queria que ele saísse, mas ele insistiu. Como eu não participava da gestão, não sei bem o que aconteceu. Ele foi ao Qatar, nesse mesmo ano fomos campeões da Libertadores. No ano passado fomos campeões brasileiros, paulistas e o Dudu não participou".

Ser feliz onde foi revelado: "Então, muito mais vantajoso para ele encerrar a carreira no clube que o formou, e trabalhar com a pessoa que o trouxe para o Palmeiras [Alexandre Mattos], tenho certeza que vai ser muito feliz lá".

Palmeiras no mercado: "O Palmeiras está, sim, no mercado. Não por um jogador na posição do Dudu, isso quem define é a comissão técnica e o diretor de futebol".

Esporte