Topo
Esporte

Calderano supera sul-coreano no tênis de mesa e é finalista do WTT da Eslovênia

16/06/2024 12h21

Semifinalista em 2023, Hugo Calderano já superou esse resultado ao garantir vaga na decisão do WTT Star Contender Ljubljana de 2024 na manhã deste domingo. Ele confirmou a boa fase e despachou o sul-coreano Cho Daeseong no tênis de mesa, vencendo por 3 sets a 0 (11/7, 11/2 e 12/10). Na final, o brasileiro, segundo cabeça de chave do torneio da Eslovênia, duela com o francês Felix Lebrun, melhor ranqueado da competição, ainda neste domingo, às 14h (de Brasília).

"Ganhei de um adversário muito forte, que saca muito bem e também é muito bom no rali. Por isso, tive de jogar bem desde o início e, felizmente, consegui sacar bem e ser bastante agressivo. Estou muito contente com a vitória e com a passagem à final", afirmou Calderano. "É sempre uma ótima experiência e gosto muito de jogar finais. Não é sempre que temos esta oportunidade, portanto, estou feliz por poder lutar pelo título", acrescentou o brasileiro.

Esse foi o segundo encontro entre os dois atletas em 2024. No primeiro, no WTT Smash Singapura, Daeseong ganhou por 3 a 1. Eles tinham duelado também em 2021 e, na ocasião, Calderano levou a melhor no WTT Star Contender Doha. O brasileiro busca conquistar seu sétimo título no WTT Series. Ele acaba de derrotar um adversário que ganhou dois títulos no ano: o WTT Feeder Manchester e o WTT Feeder Otocec.

Reedição da final em Goa

Hugo Calderano e Felix Lebrun se enfrentam pela segunda vez em uma decisão na temporada de 2024. Somando todas as fases, o encontro entre eles será o terceiro no ano, com um triunfo para cada lado. No final de janeiro, mais precisamente no dia 28, o brasileiro acabou superado pelo francês e foi vice-campeão do WTT Star Contender Goa, na Índia. Na circunstância, o atleta do Brasil perdeu por 4 sets a 2.

Entretanto, o brasileiro deu troco pouco mais de dois meses depois. No dia 29 de março, Calderano derrotou Felix Lebrun nas quartas de final do WTT Champions Incheon, na Coreia do Sul. Na ocasião, ele passou pelo francês em três games: 11/9, 11/8 e 11/5. O retrospecto entre ambos registra mais um confronto. Em 2023, o atleta europeu levou a melhor nas quartas de final do WTT Contender Antalya, na Turquia: 11/9, 11/6 e 11/6.

Sobre a decisão, Calderano analisou o que espera pela frente diante de Felix Lebrun. "Claro que ele está em grande forma. Ele está vencendo a maioria dos seus confrontos e não espero, nada mais, nada menos, do que um grande duelo. Acredito que ele jogará no seu melhor nível e eu espero conseguir dar meu máximo, poder lutar e talvez conseguir esse título", projetou o mesa-tenista brasileiro.

Para chegar à final do WTT Star Contender Ljubljana de 2024, Felix Lebrun, 1º cabeça de chave na Eslovênia, venceu na semifinal o japonês Tomokazu Harimoto, por 3 a 2. Antes disso, o francês eliminou, pela ordem, o dinamarquês Jonathan Groth, em cinco sets, o alemão Timo Boll, por desistência, e o romeno Cedric Nuytinck, em parciais diretas. Já Calderano superou Anders Lind, da Dinamarca, An Jaehyun, da Coreia do Sul, e Mattias Falck, da Suécia.

Detalhes do triunfo na semifinal

O embate entre Calderano e Daeseong começou disputado ponto a ponto. O brasileiro chegou a abrir dois pontos (5 a 3), mas logo cedeu empate. A liderança com mais folga foi alcançada com ataque de backhand e o isolada do sul-coreano: 7 a 6. Em seguida, ele foi agressivo duas vezes com o forehand e marcou 8 a 6. E o atleta do Brasil fechou com ataque de esquerda na 3ª bola, sem chances ao rival: 11 a 7.

O segundo game foi bem tranquilo, com Calderano disparando no placar desde o início: 5 a 0. O brasileiro mandou ataque de direita na 3ª bola e fez 7 a 1. Daeseong rebateu na rede e o set acabou: 11 a 2. No terceiro set, o mesa-tenista do Brasil jogou esquerda na rede e a desvantagem foi para 5 a 2. A reação aconteceu e o empate surgiu após o sul-coreano ficar na rede na sequência de boa devolução de Calderano: 6 a 6.

Calderano chegou a ter três match points ao abrir 10 a 7 depois de bola fora de backhand do canhoto Daeseong. Porém, o brasileiro passou por dificuldades no saque do sul-coreano e jogou duas devoluções de esquerda na rede: 10 a 10. Em seguida, o 2º cabeça de chave do torneio sacou bem e forçou erro de devolução do rival: 11 a 10. E, no lance seguinte, ele fechou o duelo após mais um erro do adversário: 12 a 10.

Esporte