Topo
Esporte

Cruzeiro vence Cuiabá no Mineirão e entra no G6 do Brasileirão

13/06/2024 21h00

O Campeonato Brasileiro segue a todo vapor. Na noite desta quinta-feira, o Cruzeiro venceu o Cuiabá, por 2 a 1, no Mineirão, em duelo da oitava rodada. Matheus Pereira e Rafa Silva marcaram para o time mineiro, enquanto Pitta diminuiu para os visitantes.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 13 pontos e entrou no G6 da competição nacional, assumindo a sexta posição. Do outro lado, o Cuiabá amargou sua sexta derrota em oito jogos e se manteve na vice-lanterna, com apenas quatro pontos.

Recém-contratado pela Raposa, o goleiro Cássio marcou presença no Mineirão para assistir ao duelo. O ex-jogador do Corinthians só poderá defender as cores do clube celeste a partir do dia 10 de julho, data de reabertura da janela de transferências.

Agora, as duas equipes retornam aos gramados pela nona rodada do torneio nacional. Neste domingo, o Cruzeiro visita o Vasco em São Januário, enquanto o Cuiabá recebe o Fortaleza na Arena Pantanal. A bola para ambos os jogos rola às 18h30 (de Brasília).

O jogo

O duelo entre Cruzeiro e Cuiabá começou sem muitas emoções: os dez primeiros minutos foram das equipes se estudando, sem criação de oportunidades. No entanto, a partir dos 15 minutos, os dois times começaram a gostar mais da partida e tentaram alguns chutes à gol, mas sem sucesso.

Aos 21 minutos, a Raposa teve sua primeira oportunidade mais clara. Matheus Pereira lançou William, que apareceu pelo lado direito e cruzou de cabeça para o meio da área. Rafa Silva se esticou todo, mas não conseguiu pegar em cheio na bola e ela foi pela linha de fundo.

Com 27 minutos, o Cruzeiro desperdiçou sua melhor chance no jogo. William retomou no meio-campo e acionou Matheus Pereira. O camisa 10 cruzou para o meio da área e Rafa Silva chegou batendo e, após desvio, a bola sobrou com Barreal. O jogador ficou cara a cara com o goleiro Walter, porém parou em boa defesa do arqueiro do Cuiabá.

Com 41 minutos no relógio, o Cuiabá teve tudo para abrir o marcador. Após Pitta ter a finalização travada dentro da área, a bola sobrou com Clayson. O atacante recebeu e ficou cara a cara com o goleiro Anderson, mas pegou mal na bola e finalizou por cima do gol.

No entanto, quem inaugurou o placar foi o Cruzeiro. Já nos acréscimos, William apareceu pelo lado direito e cruzou para dentro da grande área. O goleiro Walter saiu mal, Matheus Pereira subiu mais alto que a zaga do Cuiabá e cabeceou para o fundo das redes: 1 a 0.

Na segunda etapa, o Cruzeiro chegou pela primeira vez com o relógio marcando 15 minutos. Dentro da área, Rafa Silva bateu para o gol, mas pegou mascado na bola e mandou nas mãos de Walter.

Um minuto depois, o Cuiabá respondeu com Clayson. O atacante invadiu a grande área pelo lado esquerdo, foi tocado por Zé Ivaldo e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, Pitta deslocou o goleiro cruzeirense e deixou tudo igual.

Mas o Cruzeiro foi rápido em sua resposta e fez o segundo gol aos 21 minutos. Rafa Silva recebeu linda enfiada de Matheus Pereira e teve apenas o trabalho de finalizar para o gol, colocado, para colocar a Raposa à frente no placar novamente.

Já próximo ao fim do confronto, o clube celeste teve oportunidades para ampliar a vantagem, porém não converteu. Assim, saiu com o triunfo por 2 a 1.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 X 1 CUIABÁ

Data: 13 de junho de 2024, quinta-feira

Horário: 19h (de Brasília)

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)

Assistentes: Renan Aguiar da Costa (CE) e José Moracy de Sousa e Silva (CE)

VAR: Charly Wendy Straub Deretti (SC)

GOLS: Matheus Pereira, aos 46? do 1ºT; Rafa Silva, aos 21? do 2ºT (Cruzeiro) / Isidro Pitta, aos 18? do 2ºT (Cuiabá)

Cartões amarelos: Rafa Silva, aos 32? do 2ºT; Anderson, aos 35? do 2ºT; Matheus Pereira, aos 41? do 2ºT; Fernando Seabra (técnico), aos 42? do 2ºT (Cruzeiro) / Ramon, aos 20? do 2ºT; Marlon, aos 52? do 2ºT (Cuiabá)

CRUZEIRO: Anderson; William, Zé Ivaldo, João Marcelo e Kaiki (Villalba); Lucas Romero (Ramiro), Lucas Silva (Vitinho), Barreal (Japa) e Matheus Pereira; Gabriel Veron (Robert) e Rafa Silva.

Técnico: Fernando Seabra

CUIABÁ: Walter; Railan, Marllon, Alan Empereur e Ramon; Lucas Mineiro, Denilson (Luciano Giménez) e Max (Guilherme Madruga); Jonathan Cafu (Eliel), Clayson (André Luis) e Isidro Pitta.

Técnico: Petit

Esporte