Topo
Esporte

Técnico do Celtics esbanja conhecimento da seleção e cita Neymar e Endrick

Neymar durante o jogo do Brasil contra a Venzuela, pelas Eliminatórias - Adriano Machado/Reuters
Neymar durante o jogo do Brasil contra a Venzuela, pelas Eliminatórias Imagem: Adriano Machado/Reuters
do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/06/2024 10h30

O técnico do Boston Celtics, Joe Mazzulla, deu uma "aula" de conhecimento sobre futebol e seleção brasileira em meio às Finais da NBA (assista abaixo).

O que aconteceu

Mazzulla traçou um paralelo entre como astros do futebol e do basquete são tratados nas redes sociais. Na coletiva antes do Jogo 3 das Finais da NBA, ele criticou a pressão com a qual jogadores de ambas as modalidades lidam na internet. Os Celtics abriram 2 a 0 contra o Dallas Mavericks.

O treinador dos Celtics usou Neymar na seleção como exemplo para falar de Jayson Tatum e também citou Endrick. O norte-americano comentou o peso que recai no atacante de 32 anos, mencionou a conquista da medalha de ouro nas Olimpíadas de 2016 e projetou como será com a joia do Palmeiras.

Mazzulla falou da seleção e dos jogadores brasileiros ao responder um jornalista da ESPN. O técnico foi questionado logo no início pelo repórter Ari Aguiar sobre Jayson Tatum estar em sua "melhor versão", perguntou se ele morava no Brasil ou nos EUA e depois voltou a interagir com o jornalista no final, "devolvendo" uma pergunta.

Ele comentou as expectativas criadas sobre Neymar e disse que não acha justo como o craque brasileiro é cobrado. O técnico do Celtics ainda disse que estuda o esporte porque acha que o ambiente é parecido com o que lida no basquete e opinou que ser treinador de futebol é um "trabalho impossível".

Veja a interação entre Mazzulla e Ari Aguiar

Mazzulla: "Você mora no Brasil? É provavelmente por isso que você fez essa pergunta [sobre ser a melhor versão de Tatum] e não os norte-americanos aqui, porque eles têm uma visão diferente. Nos EUA, nada nunca é bom o suficiente. (...) Eu tenho uma pergunta para você: quem você acha que teve a adaptação mais difícil para a mídia e as críticas? Porque a visão com a qual os jogadores de futebol brasileiros são vistos e as similaridades com que os atletas norte-americanos são vistos pela mídia...

Você olha até onde Neymar chegou durante sua carreira, jogando de camisa 10, camisa 9, quem você acha que lida com mais coisas? Como você acha que eles lidam com isso? Eu sinto que é algo similar a jogar pelos Celtics, representar o Brasil e sua seleção nacional. E agora com Endrick chegando, ele vai lidar com isso em breve. Como você acha que isso é tratado no Brasil? Joe Mazzulla, técnico do Celtics

Ari Aguiar: "Você está falando sobre futebol, certo... Eu acho que Neymar sofreu muita pressão nos últimos tempos, mas, porque sofremos com uma carência de ídolos recentemente. Se você voltar a 2002, tivemos Ronaldo, Ronaldinho, Rivaldo, tínhamos uma grande seleção e este talento se perdeu por anos. Neymar surgiu como um grande talento e colocamos muita expectativa nele para que vencesse outra Copa do Mundo para a gente. Eu não acredito que seja muito justo com ele o que o que fizemos".

Mazzulla: "Eu concordo. E diria a mesma coisa sobre Tatum. Ele também é o primeiro camisa 10 a jogar com o peso da era das mídias sociais. Quem, antes de Neymar, esteve envolvido com as redes sociais. Ele é tão bom e tudo o que faz pode ser diminuído. Quando venceu a medalha de ouro [Olimpíadas do Rio] batendo o pênalti decisivo, era de se esperar que ele solidificaria isso, mas não foi o caso. (...) Ser técnico de futebol é um trabalho impossível. Estudo bastante porque é um ambiente parecido."

Esporte