Topo
Esporte

Brasil cede empate aos Estados Unidos em último teste para a Copa América

12/06/2024 22h04

O Brasil empatou por 1 a 1 com os Estados Unidos nesta quarta-feira em último amistoso antes do início da Copa América. No Camping World Stadium, em Orlando (EUA), Rodrygo abriu o placar para a Seleção, enquanto Pulisic, de falta, deixou tudo igual para os donos da casa.

A Seleção Brasileira comandada por Dorival Júnior encerra a data Fifa com uma vitória (3 a 2 sobre o México), e um empate. O Brasil estreia na Copa América no dia 24 de junho diante da Costa Rica. A Seleção ocupa o Grupo D, ao lado de Costa Rica, Colômbia e Paraguai.

Os Estados Unidos disputam a primeira rodada do Grupo C contra a Bolívia, no dia 23. Uruguai e Panamá completam a chave.

Primeiro tempo

Os Estados Unidos teve a primeira boa chance do jogo aos quatro minutos. Musah ficou com a sobra da bola na entrada da área e soltou uma pancada, carimbando o travessão. A bola pingou no chão e resvalou em Alisson, mas não entrou. A resposta do Brasil aconteceu dois minutos depois. Wendell recebeu de Paquetá e ajeitou para Rodrygo, que finalizou de dentro da área, obrigando Turner a fazer a defesa.

O Brasil teve outra oportunidade aos 15. Vini Jr. recebeu no meio e finalizou ao gol, de fora da área, mas Turner fez a defesa tranquila. Na sequência, Vini avançou pela esquerda e arriscou a finalização, parando novamente no goleiro norte-americano. Pouco depois, Rodrygo abriu o placar. Turner errou a reposição, Bruno Guimarães ficou com a bola e tocou para Raphinha. O camisa 11 tocou para Rodrygo, que invadiu a área e bateu para o gol. Os Estados Unidos responderam na sequência. Weah finalizou forte de fora da área e Alisson espalmou.

Raphinha teve chance de fazer o segundo na sequência, mas mandou por cima. Em seguida, Rodrygo recebeu novo passe Bruno Guimarães, saiu na cara do gol, tentou driblar o goleiro e não conseguiu concluir a jogada. Os Estados Unidos chegaram ao empate aos 25. João Gomes derrubou Pulisic muito próximo da área e o árbitro assinalou a falta. Na cobrança, o camisa 10 norte-americano mandou rasteiro no lado direito de Alisson e deixou tudo igual.

Segundo tempo

A Seleção Brasileira criou chance aos quatro minutos do segundo tempo Vini Jr. passou para Wendell, que finalizou de dentro da área pelo lado de fora da rede. Pouco depois, Rodrygo recebeu de Paquetá de frente para o gol, Musah interceptou e o árbitro assinalou a falta e deu cartão amarelo. Os brasileiros estavam prontos para bater a falta e o VAR chamou. O árbitro revisou o lance, anulou a falta e o cartão.

Aos nove, Rodrygo arriscou de bicicleta e mandou próximo do travessão. Minutos depois, Danilo recebeu pela direita e finalizou, obrigando Turner a espalmar. No rebote, Wendell tentou e chutou para fora. O Brasil seguiu em cima e Rodrygo ficou perto de marcar. O camisa 10 fez boa jogada, finalizou de dentro da área e parou em Turner. Com pouco minutos em campo, Endrick recebeu pela direita, avançou e finalizou rasteiro com perigo, aos 21.

Pulisic, na sequência, recebeu livre na área, bateu de primeira e Alisson fez boa defesa para evitar a virada. Aos 28 minutos, Rodrygo voltou a assustar os Estados Unidos. O camisa 10 brasileiro recebeu na área, driblou a marcação, finalizou e viu Turner evitar o segundo gol. Aos 37, Aaronson recebeu na área, desviou para o gol e Alisson fez grande defesa.

A resposta do Brasil veio dois minutos depois. Endrick foi lançado em velocidade, conseguiu finalizar no meio da marcação e parou em defesa do goleiro. A reta final foi intensa e os Estados Unidos chegaram também aos 40, quando Pulisic finalizou e mandou muito perto da trave de Alisson. Vini Jr., em seguida, bateu cruzado, e Turner defendeu. Nos acréscimos, Andreas Pereira cobrou falta direto e parou no goleiro, que espalmou para fora.

FICHA TÉCNICA

ESTADOS UNIDOS 1 X 1 BRASIL

Local: Camping World Stadium, em Orlando (EUA)

Data: 12 de junho de 2024 (quarta-feira)

Hora: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: Said Martinez (Honduras/Fifa)

Cartão vermelho: nenhum

Cartões amarelos: João Gomes (Brasil)

Público: 60.016 torcedores

GOLS

ESTADOS UNIDOS: Pulisic (aos 25 minutos do 1°T)

BRASIL: Rodrygo (aos 16 minutos do 1°T)

Estados Unidos: Turner; Scallly (Moore), Richards, Tim Ream e Miles Robinson; Yunus Musah (Tyler Adams), McKennie e Reyna (Johnny); Timothy Weah (Aaronson), Ricardo Pepi (Balogun) e Pulisic

Técnico: Gregg Berhalter

BRASIL: Alisson; Danilo, Marquinhos, Beraldo e Wendell; João Gomes (Douglas Luiz), Bruno Guimarães (Endrick) e Lucas Paquetá (Andreas Pereira); Raphinha (Savinho), Rodrygo (Gabriel Martinelli) e Vinícius Júnior

Técnico: Dorival Júnior

Esporte