Topo
Esporte

Ingrid vai apelidar medalha do Pan de Giovanna: 'Representa nossa união'

do UOL

Do UOL, em Santiago (CHI)

24/10/2023 04h00

A conquista de uma medalha em uma competição tão importante como o Pan-Americano por si só já carrega um significado gigante. Para Ingrid Oliveira e Giovanna Pedroso, a conquista do bronze na plataforma de 10m do salto sincronizado nos Jogos de Santiago simboliza a reconciliação das amigas após sete anos rompidas.

O papo é tão sério que Ingrid falou, logo após a conquista do bronze, que já decidiu que vai apelidar a medalha com o nome da amiga.

"Essa medalha tem um peso muito importante, não é apenas uma medalha. É como se fosse a nossa união de novo. A gente voltou a se falar no início do ano, já queríamos fazer o sincronizado, porque nos reconectamos de uma forma absurda. Toda vez que eu lembrar dessa medalha, vou pensar: 'voltei com a Giovanna'. Estou achando que a medalha vai se chamar Giovanna agora", comentou Ingrid.

Antes de partirem para Santiago, Ingrid e Giovanna conversaram com a reportagem sobre o retorno da parceria profissional e da amizade após a polêmica na Rio-2016. Elas celebraram o fato de estarem "mais sincronizadas do que nunca". O grande desejo de ambas era conquistar a medalha neste Pan 2023 e já pensar em curtir em Paris-2024 tudo o que não puderam nos Jogos que ocorreram no Brasil.

O início do caminho teve alguns percalços, mas metade do objetivo já foi alcançada. O Pan 2023 começou um tanto conturbado: Giovanna sentiu desconforto e abandonou a prova individual da plataforma de 10m. Ingrid competiu, mas viu a medalha escapar por pouco e se entristeceu. A história mudou quando, juntas, elas saltaram e finalmente alcançaram a glória.

"Foi muita emoção. Eu acordei muito tranquila. Eu falei com a Ingrid, pedi muito a Deus para eu ficar tranquila. Deu certo, nós duas conseguimos isso. Essa medalha significa muito, até mais que a de Toronto, por tudo que nós duas passamos", destacou Giovanna.

"Eu estava nervosa na véspera, mas acordei um pouco mais calma. Quando eu vi a Giovanna tranquila, isso me passou uma segurança enorme", acrescentou Ingrid.

Primeira medalha de Giovanna após ser mãe

Como se não bastasse a alegria por retomar a parceria e amizade com Ingrid, Giovanna também celebrou o fato de conquistar sua primeira medalha após a maternidade. Ela é mãe do pequeno Nicholas, de 1 ano, e o Pan de Santiago foi o primeiro evento que separou os dois por um período.

"E eu nunca fiquei longe dele nem um dia. Se eu ver uma foto dele, meu coração aperta, mas eu sei que é por um bom motivo e valeu a pena. Agora eu estou voltando para casa com essa medalha. Toda conquista agora, depois de ser mãe, vale muito mais do que as outras que eu já tive. Só quem é mãe sabe o quanto é difícil ser mãe e atleta", disse Giovanna, emocionada.

A maternidade afastou Giovanna das competições por um grande período. Ela retornou aos treinos no início do ano, em uma nova realidade, e já está colhendo frutos positivos.

"Ela é uma ótima mãe. Eu acompanho a vida dela com o Nicoleta de perto e vejo que ela faz tudo o que pode. Eu sei o quanto é difícil. Ela chega cansada, porque acorda de madrugada para dar leite. E mesmo assim, ela treina como ninguém. É um exemplo de superação", elogiou Ingrid.

PROGRAMA DESTINO: PARIS

Durante o Pan 2023, todos os dias o UOL fará a transmissão do programa Destino: Paris, às 19h, para comentar os principais eventos de Santiago com ilustres convidados. Acompanhe aqui.

CANAL RUMO ÀS OLIMPÍADAS NO WHATSAPP

Se você gosta de esporte olímpico, entre no canal de WhatsApp para receber notícias, memes e enquetes sobre todas as modalidades. É só clicar aqui.

Esporte