PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Em meio à 2ª onda, Mancini pede por mais torcedores nos estádios

29/10/2020 12h02

ROMA, 29 OUT (ANSA) - O técnico da seleção italiana, Roberto Mancini, afirmou nesta quinta-feira (29) que os estádios de futebol do país poderiam receber mais torcedores - mesmo em meio à segunda onda de casos do coronavírus Sars-CoV-2.   


Os estádios italianos autorizam a entrada de até mil pessoas. Na grande maioria, o público é composto por profissionais de saúde que estiveram na linha de frente contra a Covid-19.   


Em uma entrevista ao "Sportlab", Mancini declarou que torce para que a pandemia termine em breve. Além disso, opinou que os estádios poderiam ter recebido mais de mil pessoas.   


"Esperamos que a crise da Covid-19 acabe em breve, não aguentamos mais. Vai demorar para levantar, daqui a pouco vai fazer mais de um ano que os estádios estão vazios e, lembrando, que os clubes precisam de dinheiro de bilheteria", disse Mancini.   


"Acho que poderíamos levar mais pessoas aos estádios, porque se pudesse ficar mil em um setor, poderia ser possível abrir mais setores. Também não entendo como definem algumas atividades essenciais e outras menos, pois para mim é o futebol, porque é meu trabalho, assim como pra quem tem um bar ou quem vende jornais. E, não esqueçamos que no futebol tem muita gente com salários normais, não tem só treinadores e jogadores", concluiu o técnico da Azzurra.   


Há uma semana, Mancini foi protagonista de uma polêmica por conta de uma publicação com teor negacionista sobre a pandemia.   


O técnico compartilhou uma charge de uma conversa entre uma enfermeira e um paciente. A médica pergunta se o homem "tem ideia de como adoeceu" e ele responde que foi "assistindo os telejornais".   


O ex-jogador foi criticado por diversos usuários nas redes sociais e pediu desculpas pela publicação.   


A Itália vem passando pela segunda onda da Covid-19. De acordo com as autoridades de saúde, o país já registrou 589.766 casos da Covid-19 e o número total de vítimas confirmadas em solo italiano é de 37.905. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias