PUBLICIDADE
Topo

Zagueiro da Seleção Uruguaia diz que ficou 2 meses com coronavírus

Martín Caceres atua pela Seleção Uruguaia e pela Fiorentina-ITA -  Julian Finney/Getty Images
Martín Caceres atua pela Seleção Uruguaia e pela Fiorentina-ITA Imagem: Julian Finney/Getty Images

18/05/2020 13h11

ROMA, 18 MAI (ANSA) - O zagueiro da Fiorentina e da Seleção Uruguaia, Martín Cáceres, revelou que ficou com o novo coronavírus (Sars-CoV-2) por dois meses. No entanto, o ex-jogador do Barcelona e da Juventus já recebeu a confirmação de que não está mais infectado.

A revelação do atleta aconteceu durante uma live no Instagram com a comediante uruguaia Yisela Paola, também conhecida como Yipio. "Sem saber, eu fiquei com o vírus no meu corpo por 60 dias", afirmou Cáceres.

"Ontem, fui testado e o resultado deu negativo, agora estou bem e me sinto novo. Tive alguns sintomas entre os dias 8 e 15 de março, treinava em casa e sentia falta de ar. Me disseram para ficar 20 dias em quarentena para que isso passasse, mas parece que o vírus se apaixonou por mim, não queria ir embora", disse Cáceres, bem-humorado.

Cáceres descobriu que ainda estava infectado pela doença nos recentes testes realizados nos jogadores da Fiorentina. No entanto, o uruguaio fez novos exames ontem e eles apresentaram resultados negativos.

Aos 33 anos, Cáceres tem passagens por Barcelona, Juventus, Sevilla, Southampton, Hellas Verona e Lazio. O uruguaio está desde 2019 na Fiorentina.

Nesta temporada, o zagueiro atuou em 23 jogos e anotou dois gols. A Viola está na 13ª colocação, com 30 pontos.

Esporte