PUBLICIDADE
Topo

Órgão adia prazo, e Disney precisa vender Fox Sports no México até agosto

Situação do Fox Sports no México pode influenciar no futuro do canal no Brasil - Divulgação
Situação do Fox Sports no México pode influenciar no futuro do canal no Brasil Imagem: Divulgação
do UOL

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em Aracaju

14/04/2020 04h00

O IFT (Instituto Federal de Telecomunicações), órgão regulador de mídia do México, suspendeu por três meses a obrigatoriedade da Disney de vender o Fox Sports no país. O prazo antigo iria até maio, mas por causa da pandemia do Covid-19, ele deixa de correr e volta a ser contado em 20 de junho.

Com isso, como faltava 45 dias para terminar a data inicialmente estabelecida, a Disney precisa encontrar um comprador para o Fox Sports até o dia 3 de agosto deste ano. Caso contrário, o canal será encerrado no país latino.

As decisões do órgão regulamentador do México já foram referência para outros países, como o Brasil, no começo de 2019. Por aqui, agora, a situação é diferente e ainda há expectativa pela decisão final do órgão regulatório, mas ao contrário do país da América do Norte, há possibilidade de aprovação de fusão, cenário que é a aposta da Disney para que não tenha que perder seus ativos caso não haja compradores.

Enquanto o Cade não se reúne (sem data prevista) para novas decisões, algumas empresas demonstraram interessa na compra do FOX Sports, conforme mostrou o UOL Esporte.

Esporte