PUBLICIDADE
Topo

Após estado de emergência, Japão retira chama olímpica de exposição

Chegada da chama olímpica ao Japão para os Jogos de Tóquio - ISSEI KATO
Chegada da chama olímpica ao Japão para os Jogos de Tóquio Imagem: ISSEI KATO
do UOL

Da AP

08/04/2020 11h37

A chama olímpica dos Jogos Olímpicos de Tóquio foi retirada de exibição pública no Japão. E não está claro quando e onde reaparecerá novamente - e em que condições.

A chama chegou ao Japão da Grécia em 26 de março. Depois que a Olimpíada de Tóquio e o revezamento da tocha foram adiados para o ano que vem, a chama foi exibida pela prefeitura de Fukushima, no nordeste do país. Deveria permanecer em exibição até o final de abril.

Ela foi removida depois queo primeiro-ministro Shinzo Abe emitiu ontem um estado de emergência para combater o novo coronavírus, o que inclui limitar grandes multidões.

"Tóquio-2020 agora manterá a chama em um local não revelado para impedir que as pessoas se reúnam", disseram os organizadores de Tóquio em comunicado.

A longo prazo, espera-se que a chama seja usada pelo Comitê Olímpico Internacional como um dispositivo de promoção e como um símbolo da luta contra a pandemia.

"A ideia será manter essa chama acesa e mostrá-la ao mundo", disse Michael Payne, ex-diretor de marketing do COI, em entrevista à AP.

Espera-se que a chama reapareça no próximo ano no Japão para o revezamento da tocha. Mas Payne, que não trabalha mais para o COI, deu a entender que poderia ter um objetivo mais amplo.

"A queima da chama olímpica fornecerá uma inspiração muito poderosa, uma luz brilhante à medida que o mundo passa por esses tempos difíceis", disse ele.

Esporte