PUBLICIDADE
Topo

Bicampeão olímpico espanhol entra para a polícia para combater coronavírus

Saúl Craviotto decidiu voltar a trabalhar como policial após adiamento das Olimpíadas - Reprodução/Instagram
Saúl Craviotto decidiu voltar a trabalhar como policial após adiamento das Olimpíadas Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

04/04/2020 12h43

Após ganhar duas medalhas de ouro na canoagem de velocidade (Pequim 2008 e Rio 2016), o espanhol Saúl Craviotto decidiu prestar outro tipo de serviço a seu país: voltou a trabalhar como policial para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus na cidade de Gijón.

"Voltei ao trabalho pela necessidade da situação em que vivemos", contou ao jornal El País. "Controlamos um pouco o trânsito e, como é lógico agora, perguntamos às pessoas o motivo de terem saído de casa."

Craviotto tomou a decisão de voltar à patrulha depois de o Comitê Olímpico Internacional adiar as Olimpíadas de 2020. Mas o sonho de representar seu país nos jogos em 2021 continua vivo: "Nosso país merece uma alegria depois do que estamos passando. Tenho certeza de que retornaremos de Tóquio com muitas medalhas."

Não é a primeira vez que o atleta decide atuar em áreas diferentes do esporte: em 2017, ele venceu o Masterchef Espanha — e uma de suas receitas finais foi uma sobremesa em homenagem ao Brasil.

Esporte