PUBLICIDADE
Topo

Santos: Em 12 jogos, Felipe Jonatan já iguala assistências de Jorge em 2019

Felipe Jonatan e Willian disputam bola no primeiro tempo do clássico - Bruno Ulivieri/AGIF
Felipe Jonatan e Willian disputam bola no primeiro tempo do clássico Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF
do UOL

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

26/03/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Felipe Jonatan lidera o Santos em número de assistências, com três
  • No ano passado, Jorge alcançou a mesma marca, mas em 35 jogos contra 12 do atual camisa 3
  • O Santos conta apenas com Felipe Jonatan de origem para a função e, mesmo diante do bom desempenho do atleta, busca um reforço para o setor

Titular do Santos na maior parte de 2019, convocado para a seleção brasileira e com experiência na Europa. O lateral esquerdo Jorge, que voltou ao Monaco (FRA) após o fim do empréstimo, poderia fazer falta ao Peixe nesta temporada, mas seu substituto, Felipe Jonatan, simplesmente não deu brecha para que isso ocorresse.

O novo camisa 3 já alcançou, em apenas 12 jogos, o número de assistências que antigo lateral santista somou em 35 partidas, na última temporada. Os três passes para gol de Felipe Jonatan colocam ele como líder do quesito na equipe em 2020.

O lateral esquerdo santista ainda se destaca em outros quesitos na temporada. Ele é o terceiro maior driblador do Campeonato Paulista, atrás apenas do companheiro Soteldo e de Dudu, do Palmeiras.

"Fiz muitos treinos durante as minhas férias, pois sabia que em 2020 iria ter mais oportunidades. Devo isso também ao trabalho do Jesualdo, ele me cobra muito, cobra a evolução o tempo todo", disse Felipe ao enaltecer o trabalho do treinador português.

Nas graças de Jesualdo Ferreira, Felipe Jonatan vem dando conta da responsabilidade de ser titular e a única opção de origem para o setor no Peixe. Ele ficou fora de apenas uma partida, quando não estava 100% e viu o português optar por um sistema com três zagueiros para enfrentar o Defensa y Justicia (ARG) na Libertadores.

O Peixe sabe da necessidade de trazer mais um lateral esquerdo para completar o elenco. O clube prioriza o olhar para as categorias de base antes de ir ao mercado em busca de soluções. No entanto, a posição é carente mesmo na base, que conta com Allan Cardoso, no Santos B e Lucas Sena, que era atacante até o sub-17 e passou a atuar na lateral no sub-20.

Esporte