PUBLICIDADE
Topo

'Pronta' para encarar Amanda, Spencer comemora incentivo do UFC no peso-pena

Ag. Fight

28/02/2020 08h00

Apesar de contar com Amanda Nunes como a grande campeã, a categoria peso-pena (66 kg) do UFC ainda não tem um ranking completo e sofre com a escassez de competidoras. Porém, neste sábado (29), a organização mostrou que pretende mudar esse cenário. No UFC Norfolk, dois combates desta divisão farão parte do cronograma e um deles envolve Felicia Spencer e a francesa Zarah Fairn dos Santos, no co-duelo da noite. Imediatamente, a canadense comemorou a atitude do Ultimate e já se colocou à disposição para ser a próxima rival da brasileira em uma disputa de cinturão.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', a lutadora exaltou o fato do UFC contratar novas atletas para a categoria e também colocá-las em ação em um mesmo evento, que inclusive tem uma disputa de cinturão, o que atrai mais olhares dos fãs. Além desse duelo da canadense, a brasileira Norma Viana encara Megan Anderson. Com dois combates no show, Spencer adiantou que a rival de Amanda Nunes pelo título deve sair de quem se apresentar melhor.

"Me passou pela cabeça que eu poderia ser a próxima a encarar a Amanda. Eu sei que ela tem muita força, então vamos ver o que ela quer fazer e teremos que pensar sobre isso depois de sábado. Sinto que estou pronta", disse, emendando sobre a promoção da categoria.

"É uma maneira legal de promover a divisão. Isso torna o card mais emocionante e é algo um pouco incomum o fato de haver duas lutas na divisão de penas, o que nunca aconteceu antes. É uma espécie de divisão de construção, mas mostra que eles estão se esforçando para promovê-la e torná-la um pouco mais emocionante. Sinto que quem se apresentar melhor no sábado provavelmente receberá essa oferta (de lutar pelo título)", completou.

Com sete vitórias em oito lutas, Felicia estreou no Ultimate em maio de 2019, finalizando Megan Anderson - ex-campeã do Invicta FC assim como ela. Sua última apresentação aconteceu em julho do ano passado, quando perdeu sau invencibilidade da carreira ao ser derrotada pela brasileira Cris Cyborg, por decisão unânime dos jurados.

O duelo principal do UFC Norfolk será entre o brasileiro Deiveson Figueiredo e o americano Joseph Benavidez, pelo cinturão peso-mosca (57 kg). O título ficou vago após Henry Cejudo, em dezembro de 2019, abrir mão da cinta e focar apenas no peso-galo (61 kg).

Esporte