PUBLICIDADE
Topo

O que Palmeiras quer testar contra Santos antes de estreia na Libertadores

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, na partida contra o Guarani - Bruno Ulivieri/AGIF
Vanderlei Luxemburgo, técnico do Palmeiras, na partida contra o Guarani Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF
do UOL

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

28/02/2020 04h00

O Palmeiras tem o jogo contra o Santos, neste sábado (29), como último teste antes de estrear na Libertadores. No segundo "jogo grande" do ano, no Pacaembu, Vanderlei Luxemburgo terá o clássico como a última oportunidade para responder algumas perguntas para a formação da sua equipe.

A partida pela competição sul-americana está marcado para 19h15 de quarta-feira (4), na Argentina, diante do Tigre. Até aqui, o único time grande enfrentado nesta temporada foi o São Paulo, no empate em 0 a 0. Outro teste contra time de primeira divisão não deu certo: o Alviverde perdeu do Red Bull Bragantino por 2 a 1.

A principal questão está na formação do meio-campo. Lucas Lima e Raphael Veiga brigam pela responsabilidade de cumprir a função do camisa 10. Essa é a posição que a comissão técnica de Luxemburgo mostra mais dúvida na hora de formar. Uma contratação para o setor, inclusive, não é descartada.

Até aqui na temporada, Lucas Lima foi escalado em seis ocasiões, saindo em todas como titular. Com um gol, ele ainda não convenceu a comissão que pode ser titular absoluto. Por conta disso, no último confronto, o escolhido foi Raphael Veiga, que já participou de quatro partidas, sendo duas como titular.

Gustavo Scarpa corre por fora por uma vaga no setor, com apenas 76 minutos disputados na temporada e poucos sinais que ele pode começar como titular na quarta-feira.

Ainda no meio-campo, mas um pouco mais atrás, Luxemburgo tem quatro opções para duas vagas. Bruno Henrique, Zé Rafael, Patrick de Paula e Ramires têm condições de começar os 90 minutos. Os dois primeiros são os favoritos, com o garoto impressionando nas vezes que foi a campo até o momento. Ramires, por sua vez, não consegue se livrar dos problemas físicos.

No setor ofensivo, há a dúvida se Rony ficará no banco de reservas. O time titular pode ter Dudu, Luiz Adriano e Willian, com Gabriel Veron como opção.

Nas laterais, Gabriel Menino continuará como titular, mas pode ser sacado da Libertadores caso Marcos Rocha ou Mayke apresentem condições. Os dois fazem transição física em campo em busca de condições físicas. Na esquerda, Matias Viña já assegurou a titularidade.

Esporte