PUBLICIDADE
Topo

Dudamel cobra sequência do Atlético-MG após queda: "não espero nada menos"

Rafael Dudamel, técnico do Atlético-MG, faz análise do resultado diante do Unión, da Argentina - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Rafael Dudamel, técnico do Atlético-MG, faz análise do resultado diante do Unión, da Argentina Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
do UOL

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

21/02/2020 00h10

Rafael Dudamel fez a uma análise da eliminação do Atlético-MG na Copa Sul-Americana 2020. O venezuelano elogiou a equipe, mas reconhece que houve erros no jogo de ida da primeira fase do torneio continental.

Em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre o Unión, da Argentina, o técnico se manifestou e viu uma evolução do elenco.

"Suas palavras foram a mesma que usei no discurso com os atletas. Depois dessa demonstração, não espero nada menos de meus jogadores, não espero nada menos da equipe. A cada dia, a cada jogo, vamos marcando uma evolução de cada jogador, da equipe. Era uma partida de alto risco, perigosa, de tudo ou nada. Eu compartilhei com os jogadores, que entenderam a ideia. Ganhamos o jogo, mas não nos classificamos", declarou.

"Otero vai tomando melhor forma, Nathan e Arana também. Eles permitem algo melhor da equipe. É a tristeza da eliminação, mas a felicidade de quem pode melhorar daqui para frente", acrescentou.

Ele ainda fez uma análise das atuações distintas nos dois tempos do jogo: "Atribuo a mudança de um tempo para o outro à leitura de jogo que teve o rival. O desgaste físico também foi determinante. Se a equipe toda estivesse 100% fisicamente, poderíamos ter algo mais. Porém, lamentavelmente, tivemos jogadores que não estavam na plenitude da condição física. Nos faltou a gasolina extra para arrematar o jogo. Mata-mata é de pequeno detalhe. Vencer hoje nos deixa uma clara reflexão que a eliminação foi na Argentina".

Esporte