PUBLICIDADE
Topo

Yony González cita influências pra fechar com Corinthians e já quer estrear

Yony González, inicialmente, assina empréstimo de seis meses com o Corinthians, mas acordo termina em 2023 - Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Yony González, inicialmente, assina empréstimo de seis meses com o Corinthians, mas acordo termina em 2023 Imagem: Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
do UOL

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

14/02/2020 15h05

O atacante Yony González foi apresentado hoje (14), no CT Joaquim Grava, como novo reforço do Corinthians para a sequência da temporada. O colombiano revelou algumas influências antes de assinar contrato com o clube paulista. O ex-atacante do Fluminense disse que conversou com Victor Cantillo, seu ex-companheiro de Junior Barranquilla-COL, e com o técnico Tiago Nunes, durante as negociações.

"Antes de vir para cá falei um pouco com o Cantillo, como era o ambiente de vestiário, perguntei dos companheiros. Muito bom encontrar com meus amigos, nós fomos campeões no Junior Barranquilla. O Corinthians é uma equipe grande e esperamos os primeiros lugares", afirmou Yony González.

"Eu falei com o Tiago quando eu estava em Portugal. Ele me disse que queria contar comigo, espero que ele possa ajudar em minha carreira. Eu sonho em ser campeão no Brasil. Gratificante jogar numa equipe tão grande como o Corinthians. Vinha treinando com o Benfica e estou bem, o Brasil é minha segunda casa", disse.

Yony González foi contratado pelo Benfica na última janela de transferências após se destacar pelo Fluminense em 2019. No entanto, o jogador não foi aproveitado e, por isso, negociado com o Corinthians. Como não estava atuando, o colombiano diz que não está 100%, porém, se julga pronto para estrear.

Inscrito na tarde de hoje (14) no Campeonato Paulista, Yony González deve estrear no clássico contra o São Paulo, amanhã (15), no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. O colombiano, no entanto, não deve iniciar o jogo entre os titulares.

"Eu não estou 100%, mas eu estou se sentindo bem fisicamente. Eu estava um tempo parado, mas se eu tiver a oportunidade de estrear, estou preparado e vou treinar para mostrar porquê Yony foi contratado", concluiu.

O contrato de Yony González terá duração até dezembro de 2023 - sendo que os seis primeiros meses serão por empréstimo e compra automática na sequência.

Antes de marcar 17 gols pelo Flu, Yony González jogou ao lado do meio-campista Cantillo no Junior Barranquilla-COL. O colombiano é o quinto reforço do Timão no mercado da bola. Antes dele, o clube paulista contratou Luan, Cantillo, Sidcley e Davó.

Compra obrigatória

O Corinthians foi obrigado a modificar o modelo de negociação envolvendo Yony González no mercado da bola. O diretor de futebol do clube paulista, Duílio Monteiro Alves, revelou que o clube português recebeu propostas de compra de "última hora" pelo colombiano e, por isso, o Alvinegro foi obrigado a fechar o empréstimo com obrigação de compra.

O Corinthians havia alinhado o negócio da seguinte forma: empréstimo até dezembro e compra por 3 milhões de euros [R$ 14 milhões] por 50% dos direitos econômicos caso o jogador completasse 30 jogos como titular. Agora, com a concorrência, o clube paulista foi 'obrigado' a comprar o jogador em definitivo no meio deste ano, independente da quantidade de jogos de Yony González como titular. O valor será pago em três anos.

O UOL Esporte também revelou hoje que Yony González receberá R$ 280 mil mensal, metade do teto salarial do Alvinegro. Cássio, Fagner e Gil possuem os salários mais altos do clube: entre R$ 600 mil e R$ 700 mil.

Aliás, o salário de Yony González é considerado justo para os padrões do clube e facilitou o acordo. Os dirigentes corintianos, inclusive, utilizam o colombiano como exemplo para justificar que o futebol brasileiro "paga muito" para os atletas e, muitas vezes, mais que os europeus.

Esporte