PUBLICIDADE
Topo

CR7 marca, e Juve arranca empate no fim contra Milan pela Copa da Itália

14/02/2020 00h18

Roma, 13 fev (EFE).- Sem vencer a Juventus há 11 confrontos, o Milan esteve perto de quebrar o jejum nesta quinta-feira, em jogo de ida pelas semifinais da Copa Itália, mas Cristiano Ronaldo converteu cobrança de pênalti a favor da 'Velha Senhora' nos instantes finais e determinou o empate em 1 a 1 no estádio San Siro.

O 18º gol de Cristiano nos últimos 14 jogos salvou a Juve, que nas dez partidas anteriores contra os 'Rossoneri' havia obtido nove vitórias e um empate.

Em um San Siro lotado com 73 mil espectadores, o que representa um recorde na Copa da Itália, o Milan começou agressivo. Nos primeiros cinco minutos, Ibrahimovic quase marcou de cabeça, enquanto Kessie assustou o experiente goleiro Buffon com um chute firme de pé direito.

Pela Juve, Cristiano começou apagado, e o mais ativo era Dybala, que passava mais tempo com a bola e ditava o ritmo do time visitante. Mas o esforço do argentino não foi suficiente, e quem abriu o placar foram os donos da casa, aos 16 minutos do segundo tempo, quando Samu Castillejo cruzou e Rebic acertou o cantinho direito.

A situação da Juve melhorou a partir dos 26, com a expulsão de Theo Hernández. Os 'Bianconeri' então tiveram mais a bola e obtiveram um pênalti aos 45, depois que Cristiano Ronaldo emendou uma bicicleta e a bola bateu no braço de Calabria. O craque português cobrou no meio do gol e deixou tudo igual.

Houve apenas dois brasileiros em campo em Milão. O lateral-esquerdo Alex Sandro foi titular da Juventus, e o meia Lucas Paquetá entrou no time mandante nos instantes finais.

O jogo de volta está marcado para o dia 4 de março, no Allianz Stadium, em Turim. Quem se classificar disputará a final em 13 de maio, no Estádio Olímpico de Roma, contra Inter de Milão ou Napoli. No primeiro confronto, ontem, os 'Azzurri' venceram por 1 a 0 também no San Siro.

Esporte