PUBLICIDADE
Topo

Corey Anderson 'esquece' Jon Jones e promete foco total em Blachowicz

Ag. Fight

14/02/2020 11h06

Vindo de quatro triunfos consecutivos, Corey Anderson estava convicto que merecia uma chance de disputar o cinturão meio-pesado (93 kg) do Ultimate contra Jon Jones. Nem mesmo a confirmação de que Dominick Reyes seria o próximo desafiante fez o americano mudar sua postura imediatamente, e ele seguiu projetando seu 'title shot' até a organização escalá-lo para enfrentar Jan Blachowicz na luta principal do UFC Rio Rancho, marcado para este sábado (15). Agora, ao que tudo indica, sua postura mudou.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', às vésperas de seu próximo compromisso, Corey afirmou que todo o seu foco está no combate contra Blachowicz, e que não vai ocupar sua mente com pensamentos sobre Jon Jones ou uma possível disputa de cinturão no futuro. Nem mesmo a provável presença do campeão no evento deste sábado - já que o mesmo reside e treina no estado do Novo México (EUA), onde o show vai acontecer - parece afetar Anderson.

As diversas possibilidades futuras para Jones, como subir para o peso-pesado ou conceder a revanche imediata para Dominick Reyes, tendo em vista a polêmica causada por sua vitória por pontos no UFC 247, realizado no último sábado (8), têm influência direta na mudança de postura de Corey Anderson. Além, é claro, do duro desafio que o aguarda diante de Jan Blachowicz, que vem de seis triunfos em suas últimas sete lutas, e ocupa a sexta posição no ranking dos meio-pesados.

"Neste momento na minha carreira, toda luta é apenas outra luta. Uma vez que você assina o contrato, nós nos preocupamos com aquele oponente, e apenas com ele. Vamos entrar lá e fazer o melhor que podemos para dominar essa luta. Estou preocupado com o sábado no momento. Tenho que me preocupar apenas com Jan Blachowicz. Essa é a minha luta pelo título. É a minha luta de cinco rounds para ir lá e demonstrar minhas habilidades", declarou Corey Anderson, antes de completar.

"O que acontecer depois, aconteceu. Não posso sentar aqui e me preocupar: 'Oh, eu vou conseguir a luta pelo título depois?'. Porque temos Jon Jones falando sobre subir para o peso-pesado. Eles estão falando sobre essa revanche (contra Dominick Reyes) agora. Você coloca toda essa diferente pressão em você mesmo, e entra lá e se perde mentalmente", explicou o americano.

O duelo contra Jan Blachowicz não será uma novidade para o lutador americano. Em setembro de 2015, os dois atletas se enfrentaram no UFC 191, e Corey saiu vencedor na decisão unânime dos juízes. No entanto, o próprio Anderson fez questão de refutar qualquer vantagem atual sobre o rival com base no resultado do primeiro encontro entre eles. De acordo com ele, ambos evoluíram com a experiência conquistada nos últimos anos.

"Muita gente não percebe quando nós lutamos lá atrás, eu estava lutando (MMA) há apenas um ano e meio. Eu estava 5-1 (no cartel). Fui para o 'The Ultimate Fighter' com 3-0 com cinco ou seis meses de experiência lutando. Aquela foi minha terceira luta no UFC, e eu estava 5-1. Agora estou com 14-4", comentou Corey, antes de analisar o crescimento do rival no mesmo período de tempo.

"Na preparação naquela época, eu estava lutando com um lutador completamente diferente. Estou me preparando para alguém que eu nunca vi. Cinco anos depois? Isso é metade de uma década. As coisas mudam. Então, para mim, (Blachowicz) é uma nova pessoa. É uma perspectiva completamente nova. Sua mentalidade está diferente", finalizou o americano.

Campeão da décima nona edição do reality show 'The Ultimate Fighter', Corey Anderson fez grande parte de sua carreira dentro do UFC. Ao todo, o americano soma 13 vitórias e quatro derrotas no MMA profissional. Por sua vez, o polonês Jan Blachowicz acumula 25 triunfos e oito reveses em seu cartel.

Esporte