PUBLICIDADE
Topo

CAS anula suspensão da Fina, e Gabriel Santos poderá disputar Tóquio 2020

14/02/2020 15h14

Redação Central, 14 fev (EFE).- A Corte Arbitral do Esporte (CAS) decidiu anular a suspensão de um ano imposta pela Federação Internacional de Natação (Fina) ao nadador brasileiro Gabriel da Silva Santos, em 20 de julho de 2019, que deu positivo no controle do doping fora de competição.

A Fina puniu Gabriel, medalha de prata no revezamento 4x100 no Mundial de natação de 2017, após considerar que ele havia cometido uma violação da regra antidoping, mesmo ponderando que o teste positivo para o anabolizante Clostebol poderia ter acontecido devido a uma contaminação por compartilhar toalhas e produtos de banho com um familiar que consumiu a substância sob prescrição médica.

"'A fé na vitória tem que ser inabalável'. Back to game???? Mas que saudade eu tava!", escreveu Gabriel em sua conta no Instagram nesta sexta.

Após realizar uma audiência com as partes em dezembro passado, o painel da CAS que estudou o caso confirmou a alegação do atleta de 23 anos e considerou unanimemente que nenhuma falta ou negligência poderia ser atribuída a ele, de modo que o período de suspensão imposto deveria ser eliminado em sua totalidade, e o nadador deveria ser autorizado a competir.

Esporte