PUBLICIDADE
Topo

Fábio critica árbitro e gramado em estreia do Cruzeiro na Copa do Brasil

Goleiro Fábio faz análise sobre a atuação do Cruzeiro na primeira fase da Copa do Brasil 2020 - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Goleiro Fábio faz análise sobre a atuação do Cruzeiro na primeira fase da Copa do Brasil 2020 Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro
do UOL

Do UOL, em Belo Horizonte

13/02/2020 23h40

Fábio fez uma análise do empate por 2 a 2 entre Cruzeiro e São Raimundo-RR, pela primeira fase da Copa do Brasil 2020. O goleiro aponta a qualidade do gramado do Estádio Canarinho, em Boa Vista, e a atuação do árbitro Alexandre Vargas Tavares de Jesus como cruciais para o resultado.

O veterano diz que o estado do campo foi determinante para a igualdade. Ele também critica algumas decisões do trio de arbitragem no confronto.

"A gente veio preparado para a dificuldade, a gente trabalhou aqui ontem no gramado. A situação do gramado não ajuda nossa equipe, nem a deles. Eles fizeram um gol em impedimento, o juiz não deu um pênalti em um lance que bateu na mão do adversário. Isso dificulta também", declarou.

Fábio ainda faz uma avaliação da situação do Cruzeiro na Copa do Brasil. Ele crê que a Raposa tem um reinício no torneio por ter um time repleto de garotos.

"A gente começa do zero, mesmo a gente sendo o maior campeão da competição, porque é uma reformulação da competição. Muitos jogadores não tiveram a chance de jogar essa competição, mesmo vestindo a camisa do maior vencedor. É ir jogo a jogo. Pela equipe do São Raimundo e pelas condições do gramado, a gente sai com um bom resultado", concluiu.

Esporte