PUBLICIDADE
Topo

Retirado do ranking, Ponzinibbio diz que próximo rival "vai pagar por tudo"

Santiago Ponzinibbio faz a festa com vitória no UFC Argentina - Divulgação/Twitter/UFC
Santiago Ponzinibbio faz a festa com vitória no UFC Argentina Imagem: Divulgação/Twitter/UFC

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

28/01/2020 06h00

Sem lutar desde novembro de 2018, quando derrotou Neil Magny, Santiago Ponzinibbio está pronto para retomar sua grande fase no Ultimate e manter o embalo de sete vitórias seguidas. Após uma cirurgia de emergência para tratar de uma infecção bacteriana, o argentino garantiu estar 100% para reassumir o espaço que ocupava na categoria dos meio-médios (77 kg) e deu um recado para seus companheiros de divisão.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight, o 'Gente Boa' adiantou que seu empresário já está em conversa com o UFC para negociar sua próxima luta. O lutador revelou que pensa em competir três vezes em 2020 e colocou nomes como Rafael Dos Anjos e Robbie Lawler como alvos. Além disso, o sul-americano afirmou que não teme que esse período sem lutar o prejudique dentro da categoria, que atualmente é uma das mais movimentadas do evento.

"Meu trabalho vem sendo bem feito. Tenho 11 lutas pela organização ganhei nove, com sete vitórias consecutivas. Quando eu voltar e ganhar, vou estar pronto para disputar o título. Sei que tenho capacidade de lutar e conseguir o título do mundo. Sempre na minha vida eu tive muitas adversidades e elas só me deram mais vontade de fazer acontecer. Só estou com pena de quem for meu próximo oponente. Ele vai pagar por tudo", disse o lutador.

No fim de 2019, Ponzinibbio, apesar de não saber o que é perder desde 2015, foi retirado do ranking da franquia. Uma das explicações, segundo o próprio lutador, foi porquê ele não luta faz muito tempo. Entretanto, o argentino pareceu não se importar com essa questão e destacou que vai reassumir seu posto assim que voltar a lutar.

"Eles (UFC) falaram que quando eu tiver uma luta programada eles iam me colocar na mesma posição que eu estava antes, que era o número sete. É mais uma questão de protocolo, de quando um atleta fica mais de um ano sem lutar, eles tiram do ranking. Eu estou tranquilo, não ligo para negócio de ranking", completou o atleta.

A categoria dos meio-médios do Ultimate está em evidência na mídia. Isso porque ela, atualmente, está recheada de estrelas, como o campeão Kamaru Usman, além de Jorge Masvidal e recentemente Conor McGregor, que lutou na divisão e venceu Donald Cerrone. Aliás, um duelo com o irlandês é algo em mente do argentino.

"Sim, claro (que penso em um dia enfrentar o McGregor). Não é uma luta boa para ele e acho que venceria por nocaute no primeiro round. Tomara que um dia isso aconteça. A categoria está muito empolgante. Estou com muita vontade de voltar e bater em todos esses caras da divisão", explicou o ex-lutador do 'The Ultimate Fighter Brasil 2'.

Santiago Ponzinibbio apareceu com destaque em 2013, quando fez uma campanha de sucesso na segunda edição do TUF Brasil. No entanto, acabou se lesionado após a semifinal e não pode disputar o título contra William 'Patolino'. Porém, no mesmo ano, recebeu a chance e estreou no Ultimate. Desde então, o argentino tem nove vitórias e duas derrotas.

Esporte