PUBLICIDADE
Topo

Jean Mota compara Sampaoli e Jesualdo: "Filosofias muito diferentes"

Jean Mota concede entrevista coletiva no CT do Santos - UOL
Jean Mota concede entrevista coletiva no CT do Santos Imagem: UOL
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/01/2020 19h58

Um dia após a vitória do Santos sobre o Guarani por 2 a 1, a primeira do time no Campeonato Paulista, Jean Mota falou sobre a diferença dos trabalhos de Jesualdo Ferreira, atual técnico do time, e Jorge Sampaoli, treinador que comandou o time na última temporada.

O jogador afirmou que o time ainda não teve tempo de implementar o estilo de jogo do técnico português por conta da falta de treinamentos.

"São filosofias muito diferentes. E a gente teve muito pouco tempo de trabalho, então, estamos tentando acatar o que ele tem pedido. A vitória nos dá mais confiança para continuar. Ainda foram poucos treinamentos, temos visto muitos vídeos também para entender a nova filosofia", declarou Jean em entrevista ao Fox Sports.

O meio-campista também falou sobre sua queda de rendimento na segunda metade de 2019. Após ser eleito o melhor jogador do Campeonato Paulista nos primeiros meses do ano, Jean Mota raramente era titular na parte final do Campeonato Brasileiro. O atleta disse que uma proposta para deixar o Santos afetou seu rendimento dentro de campo.

"Uma proposta como a que eu recebi ano passado mexe com a cabeça, principalmente porque poderia resolver a minha vida financeiramente. Mas eu estou em um grande clube e também serviu de aprendizado. Foi uma proposta boa, o presidente não entendeu assim. Depois, a gente se entendeu. Isso pode afetar bastante, mas temos que deixar isso para o empresário, com diretoria e focar no trabalho dentro de campo. A torcida, e o treinador sempre cobram 100% dentro de campo e o Sampaoli percebeu que eu não estava desempenhando tudo o que eu podia e conversou comigo, disse que eu não iria render como no Paulista. Isso me prejudicou. Mas foi um aprendizado para o novo momento", completou.

Esporte