PUBLICIDADE
Topo

Jardine confirma volta de artilheiro e admite mais mudanças na seleção

Matheus Cunha comemora gol na vitória brasileira sobre o Chile - Marcello Zambrana/AGIF
Matheus Cunha comemora gol na vitória brasileira sobre o Chile Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
do UOL

Danilo Lavieri

Do UOL, em Armênia (Colômbia)

21/01/2020 20h32

A seleção brasileira vai ter o retorno de Matheus Cunha no jogo de amanhã, às 22h30, contra o Uruguai, pela 2ª rodada do Pré-Olímpico. Artilheiro da Era Jardine, com nove gols em 11 jogos, o jogador do RB Leipzig não pôde atuar na estreia por conta de um mal-estar na noite anterior. Yuri Alberto, do Santos, será sacado.

Além disso, André Jardine admitiu que pode fazer novas mudanças na escalação. Como mostrou o UOL Esporte, Pepê e Reinier são dois dos que têm sido mais elogiado pela comissão técnica.

Em entrevista coletiva concedida antes do treinamento, ele não quis confirmar os nomes, mas deu indícios que as trocas serão do meio para frente.

"A gente está em início de temporada para a grande maioria dos jogadores, a maioria se adaptando à carga. Foi o primeiro jogo de 90 minutos do ano e estamos muito de olho na recuperação física. Temos ferramentas que mostram se eles se recuperaram ou não. Seria ruim ter que substituir no jogo pela parte física. É legal ter as três substituições, especialmente para mudar mais na frente, onde os jogadores têm desgaste maior", analisou o comandante.

"Além disso, a gente ganha o artilheiro da equipe, alguém que se sente muito bem com a camisa da seleção, está decisivo sim, tem potência acima da média e isso impõe respeito ainda mais no ataque. Qualquer vacilo dos adversários, ele dificilmente perde um gol, porque é oportunista e temos o peso de um titular e um dos principais jogadores voltando", completou.

Durante o treino, o comandante repetiu a escalação da estreia contra o Peru, para evitar dar pistas ao adversário sobre outras eventuais mudanças. O time foi o seguinte: Ivan; Guga, Bambu, Nino e Caio Henrique; Bruno Guimarães, Matheus Henrique e Pedrinho; Antony, Paulinho e Matheus Cunha.

Esporte