PUBLICIDADE
Topo

Revanche quente! Deontay Wilder e Tyson Fury trocam farpas em coletiva de imprensa

Ag. Fight

14/01/2020 16h39

No dia 22 de fevereiro, dois dos principais pugilistas da atualidade entram em rota de colisão em uma revanche que promete tirar o fôlego dos fãs de boxe. E os torcedores mais fanáticos puderam ter uma prévia do que está por vir nessa segunda-feira (13), durante a coletiva de imprensa oficial do evento, realizada em Los Angeles (EUA). Como já era de se esperar, Deontay Wilder e Tyson Fury trocaram provocações durante a cerimônia e aumentaram ainda mais as expectativas para o confronto que coloca em jogo o título mundial peso-pesado do Conselho Mundial de Boxe (WBC) - hoje em posse de 'The Bronze Bomber'.

No primeiro confronto entre os dois, em dezembro de 2018, o duelo terminou empatado. Como era o detentor do cinturão na época, Wilder manteve o título mundial com o resultado. Mais de um ano depois, o americano segue hegemônico na divisão dos pesos-pesados, assim como Fury, que também nunca saiu derrotado de um ringue de boxe na carreira. Com carteis invejáveis, ambos esbanjaram confiança na iminente revanche.

"É ótimo estar de volta para outro grande evento. Essa é a maior luta por título desta era, com certeza. Estou no clima, me preparando. Mal posso esperar pelo dia 22 de fevereiro. Todos sabem que em revanches eu chego afiado, porque já lidei com aquilo antes e sei do que meu oponente é capaz de fazer e o que ele planeja fazer. Estou mais do que preparado para essa luta. Derrubei ele na primeira vez que lutamos. Disse a ele há dois anos que iria batizá-lo. Se reerguer faz parte do batismo, mas isso é uma história diferente. São negócios inacabados. Como ele está na WWE, vou fazer questão que ele seja nocauteado para fora do ringue. Quem sabe até mesmo eu lance uma cotovelada voadora de cima das cordas. Eu sou o leão, o rei da selva. E vou para arrancar a cabeça dele do corpo", provocou Deontay, antes de receber a resposta de 'Gypsy King'.

"Nós finalmente fechamos essa revanche e eu não consigo lembrar uma luta de pesos-pesados maior que essa recentemente. Talvez Lennox Lewis vs Mike Tyson foi a última tão grande quanto essa. E foi outro duelo de EUA vs Reino Unido. O consenso é que ou ele me nocauteia, ou eu ganho por pontos. Normalmente quando as pessoas têm essa opinião, o contrário acontece. Esperem ele boxeando e eu procurando sempre o nocaute. Ele acha que eu vou vir com meu famoso estilo, mas quero mesmo é que ele me encare no centro do ringue para fazermos uma festa, o melhor homem ganha. Te encontro no centro do ringue no dia 22 de fevereiro. Mas tome cuidado com a mão direita, porque você vai dormir em dois rounds", retrucou Fury, através de comunicado enviado à imprensa.

Ao longo de suas trajetórias como profissionais de boxe, Deontay e Fury acumulam, respectivamente, 42 e 29 vitórias em seus carteis. Além, claro, do empate na primeira disputa realizada entre os dois. A revanche dos pesos-pesados será realizada em Las Vegas (EUA).

Esporte