PUBLICIDADE
Topo

Marta apoia Rapinoe e foge de brincadeira sobre jogar Série B no Cruzeiro

Marta posa para foto na premiação The Best, da Fifa - Michael Regan - FIFA/FIFA via Getty Images
Marta posa para foto na premiação The Best, da Fifa Imagem: Michael Regan - FIFA/FIFA via Getty Images
do UOL

Do UOL, em São Paulo

15/12/2019 14h31

Marta acredita que mais atletas devem se posicionar sobre diversas causas assim como Megan Rapinoe, atacante dos Estados Unidos. Em entrevista ao Esporte Espetacular, a "Rainha" falou sobre a força da norte-americana.

"Eu acho super válido, né? A Megan é uma atleta que tem uma voz muito forte, ela usa isso em prol de várias causas, e acho válido demais. Acredito também, assim como ela, que é necessário outros atletas de nome também defenderem as causas que ela defende, que a gente defende, que a gente briga constantemente, porque é importante o povo ouvir a voz daqueles que tanto dão exemplos", disse.

Durante a entrevista, Marta também teve que responder a perguntas que os telespectadores enviaram pelas redes sociais. Em uma delas, a jogadora "fugiu" de uma brincadeira sobre defender o Cruzeiro no Série B do Campeonato Brasileiro.

"Eu assisti a alguns jogos do Cruzeiro, eu assisti ao último jogo do Brasileirão, onde aconteceu tudo isso e o Cruzeiro caiu para a segunda divisão. Mas o Cruzeiro é time grande, já é time de tradição e eu tenho certeza de que vai subir sem a minha ajuda. Eu vou ficar na torcida mesmo", comentou.

Marta aproveitou para falar também sobre sua possível substituta como melhor jogadora do Brasil. Segundo ela, o momento é de Debinha, uma das principais revelações brasileiras nos últimos anos.

"A Debinha está em um momento espetacular e a gente torce muito pra que isso aconteça. Não só a Debinha, mas muitas outras meninas também que vêm crescendo bastante aqui no Brasil. Mas ela está em um momento feliz da carreira dela e a gente quer participar disso junto porque, ela estando bem, vai ajudar a seleção e exaltar o nome do nosso Brasil [...] Então no momento eu indico a Debinha pelo momento especial que ela está vivendo. Mas espero que tantas outras meninas possam se destacar porque isso vai ser sinal de que o futebol feminino está indo bem", analisou.

Esporte