PUBLICIDADE
Topo

Gladbach perde para Wolfsburg e deixa RB Leipzig seguir líder do Alemão

15/12/2019 17h02

(Atualiza com o resultado de Schalke 04 e Eintracht Frankfurt).

Redação Central, 15 dez (EFE).- O Borussia Mönchengladbach foi derrotado neste domingo pelo o Wolfsburg, fora de casa, por 2 a 1, e permitiu que a liderança do Campeonato Alemão seguisse com o RB Leipzig, que ontem passou pelo Fortuna Düsseldorf.

Os comandados por Marco Rose entraram em campo sabendo da necessidade de bater o adversário na Volkswagen Arena. Ontem, o então segundo colocado levou a melhor no jogo que disputou por 3 a 0, o que permitiu salto para a ponta.

Os primeiros minutos do jogo foram bastante agitados. O Wolfsburg abriu o placar aos 13. Jerome Roussillon fez grande jogada individual pela esquerda e rolou para a chegada de Xaver Schlager, que bateu de primeira para superar o goleiro Yann Sommer

O Gladbach igualou dois minutos depois. Alassane Plea cruzou da direita na segunda trave. Breel Embolo apareceu atrás dos zagueiros e, também de primeira, tocou para o fundo da rede.

Quando o jogo parecia que terminaria empatado, o Wolfsburg fez o segundo. Nos acréscimos, depois de bola levantada na área, a zaga do Gladbach afastou mal. Maximilian Arnold emendou sem deixar a bola cair e sacramentou a vitória.

O empate deixa o Gladbach com 31 pontos, dois a menos que o Leipzig, novo líder do Alemão. O Wolfsburg, por sua vez, subiu para o oitavo lugar, com 23 pontos, e encostou na briga por vaga nas competições europeias.

Na Veltins Arena, o Schalke 04 passou pelo Eintracht Frankfurt por 1 a 0, na partida que fechou a 15ª rodada, com isso, recuperou a quarta colocação, o que representou a saída do Bayern de Munique, que ontem goleou o Werder Bremen por 6 a 1, da zona de classificação para a Liga dos Campeões.

O gol solitário da partida foi anotado pelo atacante belga Benito Raman, aos 8 minutos do segundo tempo.

A nota negativa da partida foi a falta violenta do goleiro alemão Alexander Nübel, que acertou uma voadora no peito do meia-atacante bósnio Mijat Gacinovic. O autor da agressão foi expulso de maneira direta, e o atingido teve que ser substituído. EFE

Esporte