PUBLICIDADE
Topo

Tardelli, Luan, Veiga: 5 agitos do mercado antes mesmo do fim do Brasileiro

Luan comemora gol pelo Grêmio na atual temporada - LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA
Luan comemora gol pelo Grêmio na atual temporada Imagem: LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA
do UOL

Do UOL, em Belo Horizonte

05/12/2019 04h01

Às vésperas do fim do Brasileirão 2019, o mercado da bola já está agitado. Contratações, possíveis trocas e até dispensas são estudadas. Mas quais são as negociações mais quentes neste momento? O UOL Esporte prepara uma lista com cinco situações imperdíveis nesta janela de transferências.

Diego Tardelli

Diego Tardelli chegou a pedir rescisão de contrato com o Grêmio, no início de novembro, mas decidiu ficar no clube até o final do Campeonato Brasileiro. Com argumento de que não se adaptou ao futebol brasileiro depois de quase cinco anos na China, o atacante já sinalizou que deixará Porto Alegre nas próximas semanas. E mais: ele analisa se aposentar de imediato.

Porém, se quiser rescindir com este argumento, o Grêmio pretende incluir cláusula no contrato prevendo pagamento de ressarcimento em eventual retorno ao futebol. Os gaúchos desejam receber entre R$ 5 milhões e R$ 6 milhões a título de compensação pelo contrato longo e salário elevado.

Luan

Luan, meia-atacante do Grêmio, foi oferecido a Palmeiras e Corinthians nas últimas semanas. Conforme apurou o UOL Esporte, o nome do jogador foi levado às diretorias rivais por diferentes nomes do mercado da bola. Apesar da possibilidade aberta a ambos, o clube alvinegro leva vantagem pela preferência pessoal do jogador. Os dirigentes gaúchos já admitiram topar uma transferência e aguardam ofertas.

Aos 26 anos, Luan puxa a fila de jogadores a serem negociados pelo Grêmio em 2020. A oferta do nome do camisa 7 ocorreu em novembro, por nomes de fora do departamento de futebol do Grêmio, mas motivou conversas entre os dirigentes paulistas e o clube gaúcho. Naquele momento, nenhum cenário evoluiu —nem com Palmeiras e muito menos Corinthians. Mas a porta seguiu aberta e o alvinegro entrou, recentemente, com tudo.

Raphael Veiga

O Grêmio procurou o Palmeiras e demonstrou interesse na contratação de Raphael Veiga. O contato foi realizado antes das demissões de Alexandre Mattos e Mano Menezes, mas o clube gaúcho buscou detalhes para uma provável oferta. A procura por informações renova o desejo gremista pelo jogador, que já havia sido tentado ao longo de 2019.

O Palmeiras desembolsou R$ 4,5 milhões para adquirir 50% dos direitos de Raphael Veiga na virada de 2016 para 2017. Depois de um início irregular, ele foi emprestado ao Athletico e se tornou decisivo na campanha que fez o clube paranaense conquistar a Copa Sul-Americana de 2018.

Chará

Atlético-MG e Internacional têm o molde de negociação alinhado para transferência do colombiano Yimi Chará ao clube gaúcho. Resta, porém, um detalhe: o jogador incluído na transação, que faria o caminho contrário ao do meia-atacante de 28 anos. E é exatamente nesta lacuna que William Pottker vira peça-chave.

Depois de uma temporada irregular no Inter, sofrendo com repetidas lesões, o artilheiro do Brasileirão de 2016 tem futuro incerto. Há possibilidade de ele ser incluído no negócio, fechando a conta junto à dívida de três milhões de dólares que o Galo repassaria pelo atleta. A reportagem do UOL Esporte, no entanto, apurou que o cenário é de análise nos dois clubes e há possibilidade real da troca ser efetivada.

Bruno Guimarães

O meia Bruno Guimarães irá defender o Atlético de Madrid em 2020. O time espanhol venceu a concorrência do Flamengo pela contratação da revelação atleticana de 22 anos, com convocações para a Seleção Olímpica. O "Atleti" tinha adquirido direito de preferência por Guimarães quando da compra do lateral-esquerdo Renan Lodi, que se apresentou na Espanha em julho deste ano.

Os valores estimados na negociação de Guimarães, não confirmados oficialmente, giram em torno de 30 milhões de euros (cerca de R$ 140 milhões) no câmbio atual.

Esporte