PUBLICIDADE
Topo

Perto da aposentadoria, Overeem mira cinturão peso-pesado do UFC para coroar carreira

Ag. Fight

05/12/2019 18h25

Aos 39 anos e em atividade no MMA desde 1999, Alistair Overeem sabe que está perto de encerrar a carreira. Até mesmo pela natureza desgastante do esporte, o holandês não pretende prolongar a decisão de se aposentar a qualquer custo e correr riscos de afetar sua saúde. Porém, antes de pendurar as luvas, o peso-pesado ainda planeja conquistar o seu último objetivo: o cinturão do UFC.

Em seu caminho rumo ao título peso-pesado do Ultimate, Overeem - atual sexto colocado no ranking da divisão - precisará se reaproximar do topo da categoria e sair vitorioso do confronto contra Jairzinho Rozenstruik neste sábado (7), na luta principal do UFC Washington, pode representar um grande passo nesta direção. Em conversa com a imprensa após o treino aberto nesta quinta-feira (5), o holandês revelou que planeja continuar competindo somente por mais dois anos, o que coloca um limite de tempo estabelecido para que ele consiga um title shot.

"Você tem que ser realista. Para mim, (restam) dois anos. Talvez um pouco mais, talvez menos. Provavelmente um pouco mais. Mas aí vai ser o bastante. Eu realmente acredito que você tem que parar no tempo (certo). É uma profissão perigosa. Nós temos lutado por 23 anos. Vinte e três anos atrás foi a primeira luta, então temos que ser inteligentes", declarou Overeem, antes de contar sobre seu último objetivo na carreira.

"Minha carreira não estaria completa sem o ouro do UFC. Eu só tenho que ganhar minhas lutas. Se eu ganhar no sábado, eu provavelmente vou ter que vencer mais uma (luta) e aí podemos fazer barulho pelo title shot", concluiu o veterano, de acordo com o site 'MMA Junkie'.

Além do MMA, Alistair Overeem competiu também durante anos no kickboxing e no muay thai. Em sua longa carreira, o holandês conquistou diversos títulos nessas modalidades, dentre os quais se destacam os cinturões do Dream, Strikeforce e do K-1. O veterano teve a oportunidade de ser campeão do UFC em setembro de 2016, mas acabou nocauteado pelo campeão Stipe Miocic.

Esporte