PUBLICIDADE
Topo

Ex-Flamengo volta a jogar após trauma de invasão de campo que matou 74

O jogador Fábio Júnior está de volta ao gramados após sete anos de afastamento - Reprodução
O jogador Fábio Júnior está de volta ao gramados após sete anos de afastamento Imagem: Reprodução
do UOL

Do UOL, em São Paulo

05/12/2019 08h29

O atacante Fábio Júnior está de volta aos gramados após pouco mais de sete anos afastado. O sergipano, que teve passagens por Flamengo, Vasco, Internacional e pelo segundo time do Real Madrid, retomará as atividades na próxima temporada após um trauma sério.

Fábio Júnior agora é a novidade do Campinense, time da Paraíba, mas atuava no clube egípcio Al Ahly em 1º de fevereiro de 2012, quando ocorreu uma invasão de torcedores no gramado, após a derrota por 3 a 1 contra o Al Masry.

No confronto que se seguiu, 74 pessoas foram mortas, e outras 250 ficaram feridas. O próprio Fábio Júnior se refugiou no vestiário, onde ficou trancado por quase seis horas antes da chegada do exército para conter a situação.

Depois disso, o jogador tirou um tempo longe dos holofotes. "Precisava dar um tempo com a família. Estava viajando demais. Depois do acontecimento no Egito, fiquei traumatizado", confessou ao Globo Esporte.

"Me recordo de coisas até hoje. Até sonho com aquela tragédia. Imagens muito marcantes. Violência, revolução, isso aí foi muito marcante para mim. Quando estou deitado, me recordo daquilo tudo. Era um cenário de guerra", disse ainda.

Sobre a escolha do Campinense, Fábio Júnior destacou que o time paraibano foi o responsável por sua revelação. "Sempre tive o intuito de voltar. [O time] sempre me acolheu. É um time que admiro muito. Estou optando voltar e, quem sabe, encerrar depois", comentou.

Esporte