Topo

Luciano termina ano em alta no Grêmio e brinca com desafios de Renato

Novo titular do ataque do Grêmio, Luciano acumula 20 gols no ano e cinco pelo clube gaúcho - Jeferson Guareze/AGIF
Novo titular do ataque do Grêmio, Luciano acumula 20 gols no ano e cinco pelo clube gaúcho Imagem: Jeferson Guareze/AGIF
do UOL

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

03/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Luciano chegou a 20 gols na temporada, cinco deles pelo Grêmio
  • Atacante entrou no time após eliminação na Libertadores e não saiu mais
  • Camisa 18 ganhou R$ 40 mil de Renato Gaúcho por marcar gol de bicicleta contra a Chapecoense
  • E brincou sobre novas apostas com o treinador do Grêmio: "Gosto de um desafio"

Luciano marcou dois gols na vitória de 3 a 0 do Grêmio diante do São Paulo e confirmou a boa fase. Novo titular do time gaúcho, o camisa 18 se aproveita da oscilação de André e Diego Tardelli para acumular pontos com Renato Gaúcho. A relação com o treinador, que pagou R$ 40 mil ao jogador pelo gol de bicicleta contra a Chapecoense, é um capítulo à parte.

Ao UOL Esporte, Luciano preferiu não falar sobre o destino do dinheiro recebido do técnico. Mas avisou que se Renato propuser um desafio, ele será o primeiro a entrar na disputa.

"Ainda não desafiei o professor em uma nova aposta. Mas quem sabe num futuro ele proponha mais um", respondeu Luciano, por meio de assessoria de imprensa. "Gosto de um desafio".

Contratado ao Leganés-ESP depois de empréstimo ao Fluminense, Luciano soma 20 gols na temporada. Cinco deles pelo Grêmio. Número que confirma a ascendência mesmo com uma concorrência forte no setor ofensivo.

"É sempre importante um atacante terminar o ano com bons números, principalmente com gols marcados. Tenho um bom desempenho até aqui com a camisa do Fluminense e do Grêmio. São 50 partidas disputadas e 20 gols marcados em 2019, e fico contente por estar fazendo essa boa campanha nessa temporada. Fico muito feliz por ter ganho uma oportunidade e agarrei ela com as duas mãos", comentou o jogador.

A presença de Luciano entre os titulares foi definida depois da derrota de 5 a 0 para o Flamengo, na semifinal da Libertadores. Contra o Botafogo, no jogo seguinte, o camisa 18 entrou no time e não saiu mais.

"Sou um atacante de muita movimentação. Além de ser referência dentro da área, venho e busco o jogo para dar opção para meus companheiros. Estou sempre buscando um espaço para entrar dentro da área e tentar o arremate. Um exemplo foi no meu segundo gol, onde estava mais pelo lado do campo e recebi o passe do Maicon para o arremate. Acredito que o encaixe foi acontecendo pela sequência de jogos e o trabalho feito pela comissão técnica. Temos atletas de muita qualidade e isso facilita o entrosamento e o entendimento dentro de campo", declarou Luciano.

O interesse em Luciano era antigo. No início do ano, Renato Gaúcho pediu a contratação do jogador, e o Grêmio tentou sem sucesso. Agora, a presença dele reforça a visão de que o time pode jogar sem referência fixa. Capaz de confundir os adversários.

"Já havia jogado contra o Grêmio nesse ano e o que mais me chama a atenção é o controle de bola e a ofensividade da equipe. Jogamos em busca do resultado positivo sempre. O diferencial da equipe é a paciência para criar as situações de jogo para construir uma jogada que resulte na finalização", analisa Luciano.

O Grêmio volta a campo diante do Cruzeiro, quinta-feira (5), em Porto Alegre. Na última rodada do Brasileirão, o time de Renato Gaúcho visita o Goiás.

Esporte