Topo

Cruzeiro pode ser rebaixado na próxima quinta-feira; entenda os cenários

Adilson Batista terá dura missão para tentar deixar o Cruzeiro na Série A do Brasileirão - Bruno Haddad/Cruzeiro
Adilson Batista terá dura missão para tentar deixar o Cruzeiro na Série A do Brasileirão Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro
do UOL

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/12/2019 00h16

Resumo da notícia

  • Cruzeiro pode ser rebaixado para a Série B na quinta-feira, dia da penúltima rodada do Brasileirão.
  • Se o Ceará vencer o Corinthians, o time mineiro obrigatoriamente precisa triunfar diante do Grêmio, em Porto Alegre, para seguir na elite.
  • Caso o Ceará empate, o Cruzeiro precisa evitar a derrota no Sul para chegar na última rodada com chance de permanência.
  • O time mineiro soma 36 pontos, enquanto os cearenses 38. Restam dois jogos para cada um nesta edição de Série A.
  • O Ceará pega o Corinthians na quarta, às 19h15 (de Brasília). O Cruzeiro encara o Grêmio na quinta, também às 19h15.

A derrota por 1 a 0 para o Vasco da Gama nesta segunda-feira (02), em São Januário, complicou de vez a vida do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. Com apenas 36 pontos somados em 36 rodadas, o clube mineiro já não depende mais de seu próprio esforço para escapar do primeiro rebaixamento de sua história. Para escapar, precisa também de tropeço do Ceará, 16º colocado com 38 pontos. A queda, inclusive, pode ocorrer de maneira antecipada já na próxima rodada da competição.

A sobrevivência do Cruzeiro depende indiretamente do Ceará, que, se somar quatro pontos nas duas últimas rodadas, fica na Série A. Se o time nordestino empatar contra o Corinthians na quarta-feira (04), às 19h15 (de Brasília), no Castelão, o Cruzeiro obrigatoriamente precisa evitar um revés contra o Grêmio, em Porto Alegre, no dia seguinte e no mesmo horário. Caso saia derrotado, o rebaixamento mineiro estará sacramentado.

Em caso de vitória cearense diante dos paulistas, somente os três pontos na Arena do Grêmio vão manter o Cruzeiro com chances de permanecer na elite do futebol brasileiro na rodada do fim de semana, a última da edição de 2019, vencida pelo Flamengo.

Dono de apenas sete vitórias no Brasileirão e com apenas mais dois jogos pela frente, o Cruzeiro precisa passar o Ceará em número de pontos para sobreviver. O empate na pontuação favorece o time alvinegro, que soma dez vitórias na competição, contra sete da Raposa, sustentando vantagem no primeiro critério de desempate até o fim da disputa no domingo.

Desta forma, um triunfo cearense diante do Corinthians obriga o time de Adilson Batista a somar os seis pontos restantes para ainda brigar pela permanência e deixaria os nordestinos a um empate da permanência.

Orejuela chorou na saída do gramado de São Januário; situação do Cruzeiro é crítica - Reprodução/Sportv
Orejuela chorou na saída do gramado de São Januário; situação do Cruzeiro é crítica
Imagem: Reprodução/Sportv

Na última rodada, o Ceará precisaria perder do Botafogo, no Rio de Janeiro, para os mineiros ainda sonharem com a manutenção na Série A; desde que, claro, o clube de Belo Horizonte vença duas vezes seguidas pela primeira vez em quase dois meses.

Embalar dois triunfos consecutivos é uma missão ingrata para este Cruzeiro. Somente em duas oportunidades neste Brasileirão, o time celeste somou seis pontos em dois compromissos seguidos.

A primeira vez foi lá no início da competição, contra Ceará e Goiás (segunda e terceira rodadas, em casa). O último suspiro de embalo ocorreu em outubro, diante de São Paulo e Corinthians (26ª e 27ª).

Esporte