Topo

Sábado em Lima terá final da Libertadores, passeata e mais 5 grandes eventos

22/11/2019 17h05

Lima, 22 nov (EFE).- A cidade de Lima será palco neste sábado da final da Taça Libertadores, entre Flamengo e River Plate, que acontecerá no Estádio Monumental, com público estimado de 60 mil pessoas, em um dia que será marcado ainda por um protesto popular e outros cinco grandes eventos.

"A Polícia está preparada para assumir todos os desafios. Já fizemos antes, com os Jogos Panamericanos (realizados em Lima, neste ano), sendo assim, não precisamos do Exército. Afirmamos que a população pode se sentir tranquila", afirmou Jorge Lam, diretor de trânsito da Polícia Nacional, em entrevista à emissora local de televisão "N".

No Estádio Nacional, localizado no centro da capital do Peru, distante apenas 15 quilômetros do palco da partida entre Flamengo e River, acontecerá o festival "Una Noche de Salsa", o mais importante do ritmo no país, em que a expectativa é de 40 mil espectadores.

No estádio da Universidad San Marcos, na região litorânea da cidade, são esperadas 20 mil pessoas para o festival "Vivo por el Rock", que tem como principal atração a banda americana The Strokes, além do Slipknot, Interpol, Fito Paez, entre outras atrações.

O jogo e os dois eventos musicais são os que reunirão a maior parte das 170 mil pessoas estimadas em toda a programação social e cultural da cidade neste sábado.

Ainda estão previstos em Lima um show do colombiano Sebastián Yatra e a realização do Festival de Cultura Peruana, no Parque da Amizade, ambos no distrito de Surco, além de apresentação do peruano Manuel Donayre, no Teatro Municipal, localizado no distrito de San Borja.

À noite, na Costa Verde, na praia da baía de Lima, acontecerá uma popular corrida noturna, a Lima Night Run, prova de 7 quilômetros. Após os participantes cruzarem a linha de chegada, haverá shows, food trucks e outras atrações, segundo a organização.

Paralelamente, acontecerá uma manifestação política denominada "Juntas Contra Todas Las Violencias", convocada por diversos coletivos feministas, que terá como ponto principal, o Palácio de Justiça, sede da Corte Suprema do Peru, localizada no centro da capital.

PLANO DE SEGURANÇA.

O diretor de trânsito da Polícia Nacional, Jorge Lam, revelou que, diante de tantos eventos de grande magnitude, para garantir a ordem na cidade, 10 mil agentes atuarão nos diferentes distritos de Lima durante todo o sábado.

O responsável pelo setor de tráfego explicou que foi montado um plano especial, que dá prioridade à avenida Javier Prado, principal acesso ao Estádio Monumental, palco da final da Libertadores, que vigorará desde a madrugada de manhã até o fim do primeiro tempo do jogo.

Apesar da precaução, Lam pediu para que as pessoas evitem usar os próprios carros e deem preferência para transporte público ou alternativo. EFE

Esporte