Topo

Conselheiros do São Paulo pedem reunião, e Leco aceita falar sobre finanças

Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o presidente do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o presidente do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
do UOL

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

19/11/2019 04h00

Os conselheiros do São Paulo estão preocupados com as finanças do clube. Quatro integrantes do Conselho de Administração (Adílson Martins, José Eduardo Mesquita Pimenta, Júlio Casares e Silvio Médici) pediram uma reunião extraordinária para que o presidente tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, falasse sobre o tema. Segundo apurou a De Primeira, o mandatário já aceitou a solicitação e convocou a reunião ordinária para o dia 25 de novembro, quando abordará o assunto.

Após a publicação da nota, o vice-presidente do clube e também integrante do Conselho de Administração, Roberto Natel, entrou em contato com a reportagem. O dirigente questionou o fato de os outros integrantes do órgão não terem sido ter procurados para assinar tal documento.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, acesse a coluna De Primeira.

Esporte