Topo

Conmebol tira árbitro de vídeo de final após entrevista sem autorização

Themba Hadebe/AP
Imagem: Themba Hadebe/AP
do UOL

Rodrigo Mattos

Do UOL, em Lima (Peru)

19/11/2019 20h28

A Conmebol anunciou uma substituição importante para a final da Copa Libertadores, marcada para o próximo sábado (23), entre Flamengo e River Plate, Inicialmente responsável por comandar as operações do árbitro de vídeo (VAR), o peruano Diego Haro foi sacado da escala por descumprir a determinação da confederação sul-americana de não conceder entrevistas às vésperas da decisão.

O uruguaio Esteban Ostojich assumirá a função e será o responsável pelo VAR na cabine de vídeo.

Diego Haro foi sacado nesta terça (19), um dia após conceder entrevista à rádio argentina "Mitre". Em suas declarações, comentou como seria sua atuação e comentou os momentos de River Plate e Flamengo.

"Estudei os jogadores e estamos atentos a simulações. Deve existir uma conexão entre o árbitro de campo e o VAR. Trabalhar com Roberto é simples, sabemos o que passamos um ao outro", comentou Diego.

"River fez uma revolução futebolística na América do Sul nos últimos cinco anos. Tem um jogo dinâmico e conseguiu títulos em pouquíssimo tempo. Flamengo, por outro lado, acaba de encontrar uma filosofia de jogo com seu novo treinador", completou o árbitro que selou sua sorte após o papo com os jornalistas argentinos.

Dentro de campo, tudo segue como antes. Roberto Tobar será o árbitro principal; os assistentes Christian Schiemann e Claudio Rios completam o trio chileno para a grande decisão da Libertadores.

Esporte