Topo

Blogueiros: Super Mundial fica mais "impossível" pros times sul-americanos

A partir de 2021, 24 times vão brigar pelo troféu do Mundial de Clubes - Etsuo Hara/Getty Images
A partir de 2021, 24 times vão brigar pelo troféu do Mundial de Clubes Imagem: Etsuo Hara/Getty Images
do UOL

Do UOL, em Santos (SP)

13/11/2019 17h47

Resumo da notícia

  • Mundial de Clubes passará a ser disputado a cada quatro anos
  • Torneio da Fifa contará com 24 equipes a partir de 2021
  • Times sul-americanos terão mais dificuldade para vencer?
  • Juca: "Se as coisas não mudarem radicalmente, é impossível"
  • "Vai ficar mais difícil, mas não impossível", diz Marcel Rizzo

A China será palco, em 2021, do primeiro 'Super Mundial' de clubes, torneio que renovará o formato da competição da Fifa a começar pelo número de participantes: 24 times. A princípio, os europeus têm oito lugares garantidos, enquanto a América do Sul possui seis - a Conmebol ainda busca mais duas vagas.

Ásia, África e Concacaf (Américas do Norte e Central) levarão três times cada. A Oceania, por sua vez, enviará uma equipe. Todos os representantes serão definidos pelas respectivas confederações.

Outra novidade impactante é que o torneio passará a ser disputado a cada quatro anos, assim como a Copa do Mundo de seleções, e não mais anualmente.

Agora, com esse novo formato, como fica a vida dos clubes sul-americanos? Torna-se quase impossível ser campeão? A ideia da Fifa é boa ou era melhor permanecer com o modelo anual? Fizemos essas perguntas aos blogueiros do UOL Esporte. Veja o que eles pensam:

Acha que, com o modelo de vários times, sendo oito da Europa, é quase impossível o time sul-americano ser campeão?

ANDREI KAMPFF

As chances já eram pequenas no formato atual, basta ver o histórico dos últimos 20 anos. Mas em um jogo, o futebol ainda apronta de vez em quando. No novo formato, só vejo como possível uma conquista Sul-Americana se ele resolver enlouquecer.

Leia o blog Lei em Campo.

JUCA KFOURI

Quase impossível é generosidade. Se as coisas não mudarem radicalmente, é IMPOSSÍVEL e ponto.

Leia o blog do Juca.

MARCEL RIZZO

Vai ficar mais difícil, mas não impossível. Lembrando que pelo calendário o Mundial será disputado entre junho e julho, pré-temporada para os europeus e meio de temporada para os brasileiros, por exemplo.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

MENON

Sim, será cada vez mais difícil um sul-americano vencer.

Leia o blog do Menon.

PERRONE

Sim, é quase impossível que um sul-americano seja campeão no formato novo. Ficará ainda mais complicado do que já é.

Leia o blog do Perrone.

PVC

Já é quase impossível para um time sul-americano ser campeão. Lembre-se de que nas últimas três edições, os sul-americanos não venceram a semifinal ou só venceram na prorrogação.

Leia o blog do PVC.

Acha uma boa ideia ou era melhor ficar com o modelo anual, do jeito que está?

JUCA KFOURI

Prefiro o atual sistema anual.

MARCEL RIZZO

A ideia é boa e financeiramente deve render mais do que o atual modelo. Mas poderia ter menos times, algo como 12 ou 16 e ser disputado a cada dois anos.

MENON

A proposta de um super mundial é boa. Colocara Europeu x Europeu, o que dará mais importância e visibilidade à competição.

PERRONE

O Mundial a cada quatro anos fica mais distante do torcedor. Em termos de cativar o público, as edições anuais são mais eficientes.

PVC

Será melhor. Mais competitivo, mas menos chance para outros clubes do mundo fora da Europa. Pelo menos num primeiro momento.

Esporte