Topo

Sterling se deixou levar por suas "emoções" na briga com Gomez

12/11/2019 18h27

Londres, 12 Nov 2019 (AFP) - Descartado da lista de convocados da Inglaterra para a partida das eliminatórias da Eurocopa-2020 de quinta-feira contra Montenegro após uma briga com o companheiro Joe Gomez, o atacante do Manchester City, Raheem Sterling, explicou nesta terça-feira que se deixou levar por suas "emoções".

Sterling já havia se estranhado no domingo com o zagueiro do Liverpool, no jogo entre as duas equipes, e as hostilidades continuaram nos treinos da seleção na segunda-feira.

De acordo com o jornal Daily Mail, Sterling e Gomez tiveram que ser separados por seus companheiros em meio a um "enfrentamento físico", e o treinador Gareth Southgate tomou a decisão de separá-lo temporariamente do elenco.

Em uma declaração divulgada pela Associação de Futebol, o treinador apontou que "tomamos a decisão de não considerar Raheem para a partida de quinta-feira contra Montenegro", pelas eliminatórias da Euro-2020.

Em sua conta no Instagram o jogador admitiu a briga com Gomez mas garantiu que o episódio é página virada.

"Tivemos uma troca de palavras, mas acertamos nossas diferenças e passamos a outra coisa. Sou maduro o suficiente para admitir quando me deixo levar pelas emoções", afirmou Sterling, sem pedir desculpas pelo ocorrido.

Os dois jogadores se estranharam no final da partida de domingo, que deixou o Liverpool com 9 pontos de vantagem sobre os Citizens na luta pelo título.

"Um de nossos grandes desafios e um de nossos pontos mais fortes é que fomos capazes de separar rivalidades de clubes da seleção. Lamentavelmente, as emoções depois da partida de domingo ainda estavam vivas", afirmou o técnico Gareth Southgate no comunicado da federação.

Sterling foi uma das principais armas da Inglaterra nesta série classificatória para a Euro-2020, com oito gols em seis partidas.

No jogo de quinta no lendário estádio de Wembley, a Inglaterra precisa de apenas um empate para carimbar o passaporte para o torneio continental.

Se não conseguir, terá outra oportunidade no domingo fora de casa contra a seleção de Kosovo.

kca-hap/pm/psr/aam

Esporte