Topo

Ex-desafiante ao cinturão peso-leve, Gilbert Melendez é demitido do UFC, diz site

Ag. Fight

12/11/2019 07h00

Gilbert Melendez (esquerda) não faz mais parte do elenco do Ultimate - Rigel Salazar

Após chegar com a moral de ex-campeão dos pesos-leves (70 kg) do atualmente extinto, Strikeforce, a história de Gilbert Melendez no UFC chegou ao fim. Nesta terça-feira (11), segundo o site 'FightBookMMA', o americano foi dispensado da organização após seis anos defendendo o Ultimate e sete combates dentro do octógono. Atualmente o lutador é um dos comentaristas do canal 'ESPN'.

Assim que fechou contrato com o Ultimate, em 2013, Melendez já ganhou a oportunidade de lutar pelo cinturão da categoria. No entanto, acabou derrotado por Ben Henderson, por decisão dividida. Em 2014, o americano teve novamente uma chance de sagrar-se campeão, mas foi finalizado por Anthony Pettis.

Em seis anos de Ultimate, Melendez lutou em sete oportunidades, mas com um retrospecto ruim, com apenas uma vitória, diante de Diego Sanchez, em 2013. Além de uma performance abaixo do esperado dentro do octógono, o americano, em 2015, ainda testou positivo para metabólitos de testosterona de origem exógena, após confronto diante de Eddie Alvarez, e foi suspenso por um ano.

Na última semana, o Ultimate já havia mandado uma 'barca' embora, contando 12 lutadores. De acordo com o site 'MMA Junkie', Andre Soukhamthath, Azamat Murzakamov, Curtis Millender, Danilo Belluardo, Derrick Krantz, Kyle Stewart, Henry Briones, Maia Stevenson, Manny Bermudez, Nohelin Hernandez, Thomas Gifford e Yoshinori Horie são os atletas que estão sem emprego e podem lutar por outras organizações.

 

Esporte