Topo

Diego Souza se recusa a falar após gol da vitória pelo Botafogo contra Avaí

do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro

11/11/2019 22h08

Diego Souza é um dos jogadores com a técnica mais apurada do Botafogo. Mesmo assim, o técnico Alberto Valentim decidiu por deixá-lo no banco de reservas pelo terceiro jogo seguido. Nesta segunda, a torcida cobrou sua entrada e o camisa 7 correspondeu.

Ele mudou o panorama da partida, e o Botafogo passou a ficar mais com a bola. Ele deu belo passe para Lucas Campos que foi derrubado dentro da área. Diego chamou a responsabilidade e fez o gol da vitória do Alvinegro. O momento era de felicidade, mas não para o camisa 7, que deixou o campo sem falar com a imprensa.

A atitude deixa clara sua insatisfação com a reserva no Botafogo. Na comemoração, Diego não comemorou com o banco de reservas, mas correu na direção da torcida, que o apoiou no difícil momento com a reserva.

Coube a Gabriel falar com a imprensa. O zagueiro demonstrou toda sua felicidade com a vitória do Botafogo e se disse aliviado com os três pontos conquistados diante do Avaí, no Nilton Santos.

"Batalhamos muito, nos dedicamos muito. Seguimos trabalhando mesmo na dificuldade porque é isso que nos dignifica. Trabalhamos para vencer sempre. Sabíamos que sairia a vitória e veio em momento fundamental. Agradecer a todos no clube. Torcida maravilhosa fez festa linda e está de parabéns. Tiramos um peso absurdo das costas. É trabalhar para jogo de domingo, mas estou muito feliz e aliviado com a vitória", completou o zagueiro.

O resultado é fundamental para o Botafogo, que chega aos 36 pontos e pula para a 14ª posição no Campeonato Brasileiro. O Alvinegro volta a campo no domingo, quando visitará o Athletico-PR, na Arena da Baixada

Esporte