Topo

Com dois de Benzema, Real Madrid goleia o Eibar pelo Espanhol

Benzema, do Real Madrid, comemora gol contra o Eibar - Ander Gillenea/AFP
Benzema, do Real Madrid, comemora gol contra o Eibar Imagem: Ander Gillenea/AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

09/11/2019 16h24

O Real Madrid mostrou que o seu ataque segue inspirado. O time merengue goleou o Eibar por 4 a 0, em partida válida pela 13ª rodada do Campeonato Espanhol. Porém, ao contrário dos 6 a 0 aplicado em cima do Galatasaray, pela Liga dos Campeões, quem comandou a vitória foram os veteranos.

Benzema abriu o placar, Sergio Ramos ampliou de pênalti, e o francês marcou novamente, também da marca da cal. No segundo tempo, o jovem uruguaio Valverde ampliou.

O Real Madrid chegou a ter por algumas horas a liderança do Espanhol. Porém, o Barcelona, que jogou mais tarde, venceu o Celta de Vigo por 4 a 1 e reassumiu a ponta da tabela. Barça e Real têm a mesma pontuação, 25 pontos, com os catalães à frente por ter uma vitória a mais

Mandou bem: Benzema

Com a saída de Cristiano Ronaldo, Benzema assumiu o comando do ataque madridista. O francês marcou dois gols na partida de hoje e assumiu a artilharia do Espanhol com nove tentos em 11 partidas. Além disso, Benzema também ultrapassou Puskas no ranking histórico de goleadores do Real Madrid em campeonatos nacionais: são 157 gols no total.

Mandou mal: Dmitrovic

A tarde não foi boa para o goleiro do Eibar. O defensor sérvio sofreu três gols em 28 minutos, sendo dois deles de pênalti. No primeiro, ele ainda deixou o gol vazio para a finalização de Benzema.

Real Madrid inspirado

O time comandado por Zidane marcou um total de nove gols em uma semana. Foram seis em cima do Galatasaray e agora três no Eibar. O desempenho diminui as críticas que haviam sobre o desempenho do time até então, com apenas duas vitórias nos últimos cinco jogos. Benzema e Hazard parece que enfim estão se entendendo.

Enquanto o francês marcou duas vezes, o belga teve participação nos dois primeiros gols: o primeiro ao chutar a bola que sobrou para Benzema dar o rebote e ao sofrer a falta que deu origem ao primeiro pênalti.

Eibar perdido

Após vencer dois jogos consecutivos, o Eibar volta a se reencontrar com a derrota e com a aproximação com a zona de rebaixamento. O time, que sofreu três gols quase que consecutivos do Real e não conseguiu oferecer muito perigo à defesa adversária, soma 15 pontos no Espanhol e está em 15º, a seis pontos da zona de rebaixamento.

Cronologia do jogo

Com menos de 20 minutos de jogo, o time merengue já somava 2 a 0 no placar. Benzema abriu o placar no rebote do chute de Modric. Depois, Hazard sofreu falta na área e Sergio Ramos cobrou a pênalti no lado esquerdo do goleiro Dmitrovic.

Não demorou muito e o Real chegou ao seu terceiro gol, também de penalidade. Lucas Vásquez sofreu a bola e, desta vez, quem Benzema que foi para a cobrança, mandando no lado direito.

No segundo tempo, o Eibar tentou apertar a marcação, buscando impedir o avanço merengue. A tática funcionou por 16 minutos, quando o uruguaio Federico Valverde chegou chutando a bola passada por Modric e marcou o quarto gol do jogo.

Buscando ainda mais velocidade, Zidane colocou Vinícius Júnior para jogar aos 26 minutos. O brasileiro mostrou disposição e passou a criar jogadas, juntamente com Isco, que entrou junto com ele, porém sem resultar em gol. Rodrygo, que conseguiu um hat-trick na Liga dos Campeões, permaneceu no banco.

FICHA TÉCNICA
EIBAR 0 X 4 REAL MADRID

Competição: Campeonato Espanhol (13ª rodada)
Local: Estádio Municipal de Ipurúa, em Eibar (ESP)
Horário: 14h30 (de Brasília)
Público: 7045 torcedores

Gols: Benzema (aos 16' e aos 28' do 1º tempo), Sergio Ramos (aos 19' do 1º tempo) e Federico Valverde (aos 16' do 2º tempo).

Eibar: Dmitrovic; De Blasis, Arbilla, Bigas e Cote; Escalante, Diop (Edu Expósito), Orellana (Pedro León) e Inui; Sergi Enrich e Kike García (Charles Dias). Técnico: José Luis Mendilibar.

Real Madrid: Courtois; Carvajal, Varane, Sergio Ramos e Mendy; Casemiro, Modric e Valverde (Isco); Lucas Vázquez (Brahim Diaz), Hazard (Vinicius Jr) e Benzema. Técnico: Zinedine Zidane.

Esporte