Topo

Gabriel quer renovação com o Corinthians e ser comandado por Tiago Nunes

Gabriel, volante do Corinthians, tem contrato até o fim da próxima temporada e deve renovar - Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Gabriel, volante do Corinthians, tem contrato até o fim da próxima temporada e deve renovar Imagem: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
do UOL

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/11/2019 17h02

O volante Gabriel disse que a troca de comando técnico do Corinthians não influencia em sua decisão de permanecer no clube. Questionado se a chegada de Tiago Nunes em 2020 mudaria os seus planos, o camisa 5 deixou claro que pretende renovar contrato com o clube de Parque São Jorge. Segundo apurou o UOL Esporte, diretoria e jogador discutem entre três e quatro anos de renovação.

"Está caminhando pelo amor de Deus. Eu estou há três anos no Corinthians e tenho contrato até o fim de 2020, e a renovação está para acontecer. Eu vou renovar por mais anos, quero ficar, ganhar mais títulos aqui, deixar meu nome na história", afirmou Gabriel.

Gabriel também falou sobre o reencontro com o Palmeiras mais uma vez. O volante diz que se prepara mentalmente para dérbi pois sabe que será vaiado pela torcida rival, já que trocou o time palmeirense pelo Corinthians.

"É sempre estar mentalmente forte e se concentrar. Sempre tem aquele preparo individual de cada um, e o meu para esse jogo é diferente, quando a gente vai jogar lá a pressão é um pouquinho maior em mim, eu passei por lá, então faz parte, Jogadores que estão aqui e estavam lá também recebem vaias", disse.

Gabriel voltou a ser titular no lugar de Ralf com a saída de Fábio Carille. O camisa 5 foi titular do técnico interino Dyego Coelho na vitória contra o Fortaleza por 3 a 2, na última quarta-feira, na Arena. Hoje (8), ele já treinou entre os titulares.

Sem os líderes do elenco, Cássio e Fagner, com dores, o Corinthians deve iniciar o clássico com a seguinte escalação: Walter, Michel Macedo, Manoel, Gil, Danilo Avelar; Gabriel, Junior Urso, Pedrinho, Mateus Vital e Janderson; Mauro Boselli.

Esporte