Topo

Conmebol suspende Copa América de futsal por causa de protestos no Chile

22/10/2019 15h24

Redação Central, 22 out (EFE).- A Conmebol decidiu nesta terça-feira suspender a realização da Copa América de futsal, que teria início amanhã, com participação do Brasil, devido aos protestos que acontecem no Chile, que sediaria a competição.

Todos os jogos da competição aconteceriam na cidade de Los Ángeles, que está em estado de emergência, segundo destacou a entidade esportiva, em comunicado divulgado para justificar a medida.

"A decisão foi tomada depois de se avaliar a situação, conjuntamente com o governo do Chile, a federação de futebol do Chile e diferentes autoridades locais e regionais", diz o texto.

A Conmebol não estipulou qualquer prazo, nem mesmo alternativas para a realização do torneio, que seria aberto amanhã com duelo entre Venezuela e Peru, pelo grupo B, e aconteceria até domingo. Ainda nesta terça-feira, em partida válida também pelo grupo B, o Brasil encararia o Paraguai.

O estopim para a crise no Chile foi o reajuste dos preços das passagens de metrô em Santiago, uma medida já revertida pelo governo. Desde o início das manifestações, 15 pessoas morreram em todo o país, segundo informações oficiais.

Ontem, Santiago e toda a Região Metropolitana, à qual pertence a capital, permaneceram pela terceira noite sob o toque de recolher, medida que também vigorou na região de Valparaíso, na província de Concepción (sul), e nas cidades de Antofagasta, La Serena e Coquimbo (norte); Rancagua e Talca (centro) e Valdívia (sul). EFE

Esporte