Topo

Por que os Patriots não empolgam mesmo com campanha invicta na NFL

Tom Brady deixa o gramado após vitória do New England Patriots sobre o New York Giants - Adam Glanzman/Getty Images/AFP
Tom Brady deixa o gramado após vitória do New England Patriots sobre o New York Giants Imagem: Adam Glanzman/Getty Images/AFP
do UOL

Lucas Tieppo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/10/2019 12h00

Resumo da notícia

  • New England Patriots soma seis vitórias e nenhuma derrota na NFL
  • Time não empolga por problemas no ataque com desempenho ruim
  • Defesa é a melhor da temporada e ajuda o time a se manter invicto
  • Patriots vão encarar o New York Jets no encerramento da semana 7

Ainda invicto na temporada regular da NFL, o New England Patriots entra em campo hoje para encarar o New York Jets. O time de Tom Brady registra seis vitórias nas seis primeiras rodadas e a liderança da AFC Leste, divisão que a franquia domina há anos. Porém, apesar de todo o cenário positivo, a empolgação com o desempenho da equipe ainda não é das maiores.

Desempenho longe do ideal do ataque, lesões de jogadores importantes e dificuldade com o jogo terrestre freiam a empolgação dos torcedores. Por outro lado, a defesa tem sido dominante e fator preponderante para a campanha sem derrotas até o momento.

Para começar, cinco dos seis adversários que foram derrotados pelos Patriots - Pittsburgh Steelers, Miami Dolphins, New York Jets, Washington Redskins e New York Giants - ostentam mais derrotas do que vitórias na temporada. Apenas o Buffalo Bills tem retrospecto positivo no ano.

Olhando apenas os placares das seis vitórias conquistadas, o desempenho não preocupa. Os Patriots anotaram 190 pontos, média de 31,6 pontos por jogo, e sofreram apenas 48, média de oito por partida.

Porém, o ataque tem apenas o oitavo melhor desempenho em jardas por partida, com 386,3. O jogo terrestre ganha somente 101,5 jardas por partida, aparece na 21ª posição da NFL e é o quinto pior em jardas por corrida, com 3,5 de média. O jogo aéreo, por outro lado, tem tido bons números e é o quinto da liga, com 284,8 jardas.

Já a defesa da equipe é a melhor da liga em jardas cedidas, com apenas 234,7 por partida. É também a líder disparada em pontos cedidos, com apenas oito por rodada. O setor também lidera em bolas recuperadas, com 16, sendo 14 interceptações e dois fumbles forçados. Além disso, anotou três touchdows, melhor marca ao lado da defesa dos Jets.

Outro fator que contribui para o jogo ofensivo estar abaixo da expectativa é o desempenho de Tom Brady. O quarterback dos Patriots sofre com uma linha ofensiva desfalcada e que não consegue protegê-lo como deveria. Com isso, o camisa 12 tem pouco tempo para buscar um passe mais longo e está sempre no limite para ser derrubado pelos defensores.

Com isso, Brady não está no top 5 de jardas lançadas e contribuiu com dez passes para touchdown, a nona melhor marca entre os jogadores da posição. O quarterback tem sofrido com lesões de alvos como Josh Gordon e Phillip Dorsett e com aposentadoria do tight end Rob Gronkowski, o que ainda não parece ter sido bem digerido pelo setor.

O duelo desta segunda é contra o New York Jets, fora de casa, às 21h15, com transmissão da ESPN e do Watch ESPN, serviço disponível para assinantes do UOL Esporte Clube. O time mandante tem o apresentado melhor desempenho com o retorno do quarterback Sam Darnold.

Band: Tom Brady não consegue seguir ritmo de Gisele na academia

Band Entretenimento

Esporte