Topo

Abel esperava queda após empate com a Chape, mas Cruzeiro o surpreendeu

Técnico Abel Braga, do Cruzeiro, se anima com sequência positiva da equipe no Brasileirão - Bruno Haddad/Cruzeiro
Técnico Abel Braga, do Cruzeiro, se anima com sequência positiva da equipe no Brasileirão Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro
do UOL

Do UOL, em Belo Horizonte

21/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Abel Braga imaginava que o empate com a Chapecoense seria devastador para as pretensões do clube no Brasileirão
  • Técnico admite que não sabia o que fazer com o elenco após a igualdade sofrida no último minuto contra o lanterna
  • Cruzeiro mudou a forma de atuar e venceu dois jogos seguidos na principal competição nacional - São Paulo e Corinthians foram as vítimas
  • Hoje, os mineiros estão fora da zona de rebaixamento graças à sequência positiva

Abel Braga acredita que o empate por 1 a 1 com a Chapecoense, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, foi crucial para a mudança de postura do Cruzeiro na temporada. O técnico inicialmente temia que a igualdade, sofrida no último minuto do duelo disputado na Arena Condá, atrapalhasse o seu trabalho à frente do clube. No entanto, viu que o efeito foi contrário.

Depois do resultado contra o então lanterna do Brasileirão 2019, o time mineiro disputou dois jogos - diante de São Paulo e Corinthians - e venceu ambos. A sequência positiva foi o suficiente para tirar a equipe da zona de rebaixamento, ainda que aguardando os resultados de CSA e Ceará hoje.

"Eu não sei se estou certo no que vou te responder, porque eu pensei no efeito contrário. Houve lágrimas no vestiário, eu pensei: 'Não sou formado em psicologia, como vou levantar esses caras?'. Como iria mudar isso? Só pensava que, na quarta-feira, tinha, o São Paulo. Fomos bem e pagamos o preço hoje. Eu estava errado, porque pensei que eles não reagiriam bem e eles reagiram muito bem ao empate", declarou.

Abel, inclusive, minimiza a sua participação na melhora do time em campo. Ele prefere enaltecer a capacidade técnica do elenco. "Não sei se pensaram em me contratar quando o Rogério [Ceni] saiu ou se foram atrás de outro nome. Eu sabia da capacidade dos jogadores. O que está acontecendo não tem nada a ver comigo, tem a ver com os jogadores. A única coisa que faço é que eles estão correndo por mim", declarou.

O perfil de gestor adotado pelo técnico, inclusive, faz com que os atletas sejam premiados por causa da sequência positiva no Campeonato Brasileiro. O grupo se reapresentaria na tarde de hoje. No entanto, a volta aos treinamentos foi adiada por um dia.

"Isso dá um alívio muito grande. O peso no clube é enorme. Vou dar um presente para eles. Eles vão se apresentar na terça-feira de manhã, porque eu sei o que é isso. Estamos de parabéns, porque tivemos humildade suficiente para entender a maneira de jogar do Corinthians. Quando você pega um jogo assim, o excesso de preocupação, aquele excesso de querer acertar sempre é normal", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Esporte