Topo

Weidman mira luta pelo cinturão contra Jones em caso de vitória no UFC Boston

Ag. Fight

17/10/2019 07h00

Chris Weidman tenta se recuperar do revés sofrido para Ronaldo 'Jacaré' - Leandro Bernardes

Nesta sexta-feira (18), Chris Weidman faz sua estreia nos meio-pesados (93 kg) diante de Dominick Reyes na luta principal do UFC Boston. E antes mesmo de seu debute na nova divisão de peso, o americano especialista em wrestling já almeja altos voos na nova empreitada. Durante conversa com a imprensa no 'media day', 'All American' projetou uma luta pelo cinturão - que hoje pertence a Jon Jones - caso saia com o braço erguido contra seu próximo rival.

Na opinião do ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC, um triunfo sobre a estrela em ascensão nesta sexta-feira já seria o suficiente para credenciá-lo para uma luta com 'Bones' em seguida. Weidman ratificou seu ponto de vista ao afirmar que Jon não possui tantos rivais à altura no momento dentre os meio-pesados.

"Acredito que sim (uma vitória credenciaria para o cinturão), por conta de tudo que conquistei no passado, e encarando um cara invicto que está na quarta colocação do ranking da categoria. Se eu for lá e fizer o que acredito que consigo, não acho que eles vão negar (o title shot). Especialmente porque o Jon Jones já encarou e venceu a maioria dos melhores atletas da divisão. Então, por que não?", projetou Chris, antes de comentar este possível duelo.

"Ele parece bem 'vencível' depois de suas últimas duas lutas contra ex-pesos-médios. Acho que o wrestling seria a minha arma secreta para ele. Se você é um striker, ele dá um jeito de te atrair para te colocar para baixo. Aí você já se encontra em apuros com as costas no chão. Acredito que um wrestler com domínio de jiu-jitsu é um problema para ele", completou o americano.

Mas para colocar seu plano em prática, Weidman precisa voltar suas atenções para o UFC Boston. Afinal de contas, Reyes - seu adversário - está invicto como profissional de MMA, com 11 triunfos até então.

Esporte