Topo

Galhardo e G. Henrique criticam "desrespeito" de Soteldo; Sampaoli defende

O Santos venceu o Ceará por 2 a 1 na noite de hoje, na Vila Belmiro, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas não sem polêmica. Buscando a vitória durante todo o jogo, o Peixe viu os jogadores do Ceará tentando ganhar tempo e, quando virou a partida, foi a vez de Soteldo prender a bola e partir para o drible, o que irritou os atletas cearenses.

Após virar o jogo aos 39 minutos do segundo tempo, o Santos tentou ficar com a bola e, já nos acréscimos, ouviu a torcida gritar olé para cada toque certo. Quando a bola caiu com Soteldo, o venezuelano prendeu e balançou o corpo indo pra cima do adversário. Samuel Xavier se irritou com o lance e foi pra cima do venezuelano.

O juiz apitou o fim de jogo e houve um princípio de confusão em campo, mas rapidamente contido. Na saída do gramado, Thiago Galhardo e Gustavo Henrique falaram sobre o tema e criticaram o camisa 10. Sampaoli, porém, defendeu seu jogador.

"O que fez agora no final, não fez quando estava perdendo ou empatando. Jogador que é realmente diferente, como Talles Magno, faz a qualquer momento, independente do resultado. Parabenizar os jogadores que tem personalidade e caráter para fazer isso independente da situação. Parabenizar o menino da 17 anos que sabe o que tá fazendo. Ele (Soteldo) foi ao banco reclamar de nós pela cera, mas ele não lembra que no primeiro jogo lá o time dele caiu também quando estava ganhando. Não sou a favor, mas acho que faz parte do jogo. O que ele fez eu acho desrespeito", disse Thiago Galhardo ao Esporte Interativo na saída do gramado.

"Achei desrespeito e falei que ele poderia ter soltado a bola antes para não gerar essa confusão", disse Gustavo Henrique também ao EI.

"Ele dribla sempre. Perdendo, empatando, no final... Nós nunca fazemos tempo. É um mérito, nossos jogadores não caem, a gente joga bola. Soteldo dribla sempre. Ele não faz isso para demorar. A raiva é estranha para quem se irrita, não para Soteldo", opinou Sampaoli em entrevista coletiva.

Soteldo tem sido o respiro criativo do Santos na temporada e já protagonizou diversos lances plásticos durante o Brasileirão. Na partida contra o Ceará, porém, esteve apagado, mas chegou a ir para o drible ao tentar criar jogadas para o Peixe.

O Santos volta a campo neste domingo, às 16h, quando visita o Atlético-MG, no Independência, em Belo Horizonte (MG). O Peixe é o terceiro colocado do Brasileirão, dois pontos atrás do Palmeiras, vice-líder.

Esporte