Topo

Encarada tensa entre peso-pesados esquenta ânimos para card histórico do Glory

Ag. Fight

17/10/2019 17h42

Os dois pesos-pesados se enfrentarão pela 2ª vez no dia 21 de dezembro - Divulgação/Glory

O Glory pretende encerrar o ano com chave de ouro. E prova disso é que, mesmo ainda em outubro, a liga de kickboxing já começou a promover o card de despedida da temporada - que promete ser o maior da história da companhia. Nesta quinta-feira (17), em Amsterdã (HOL), ocorreu a primeira coletiva de imprensa do show, agendado para o dia 21 de dezembro. Durante a cerimônia, os dois astros da luta principal do evento, Rico Verhoeven e Badr Hari, protagonizaram uma encarada tensa.

E não é para menos, já que a rivalidade entre os dois pesos-pesados é de longa data. Os dois já mediram forças em 2016. Na ocasião, o combate foi interrompido pois Hari quebrou o braço ainda no segundo assalto. Sendo assim, o triunfo foi de Verhoeven, por nocaute técnico.

"É claro que temos pendências para acertar. Não queria ter vencido a primeira luta daquele jeito. Ele (Hari) nem sabia direito qual braço tinha quebrado e ficou apenas se lamentando. Mas desta vez será diferente. Ele não estará acordado para reclamar", provocou Verhoeven, antes de receber a resposta de seu adversário.

"Fale o que quiser. Pressão é meu sobrenome. Em 2016 eu lidava com vários problemas na Justiça e não consegui focar direito no combate. Tudo será diferente agora. Vou te f**** pra valer naquele ringue. Você nem saberá como voltar para casa", rebateu Hari, de acordo com comunicado enviado pelo Glory à imprensa.

Desde o duelo entre os dois, Verhoeven manteve seu reinado como o campeão da liga entre os pesos-pesados. No entanto, apesar do posto, o holandês não colocará seu cinturão à prova na revanche contra Hari, já que o card do final do ano não é numerado. Mas, segundo Rico, isso pouco importa - a rivalidade contra o atleta de Marrocos por si só já o motiva.

"Sempre há muita coisa em jogo em um desafio deste porte. Legado, história, equipe, família. O fato de não valer o título é um mero detalhe. Tenho pedido esse combate há três anos. Desta vez, meu título será vê-lo nocauteado", alfinetou Verhoeven.

Mais de 25 mil ingressos já haviam sido vendidos para o 'Collision 2' até o começo de outubro, e a organização disponibilizou lugares extras recentemente. A expectativa para o card é tamanha, que fez com que o brasileiro Alex 'Poatan', ídolo da companhia, recentemente apelasse por um lugar no show, durante entrevista à Ag Fight.

O CEO da organização de kickboxing, Marshall Zelaznick, aproveitou o coletiva para revelar a agenda oficial de eventos até o final de 2019.

Confira abaixo:

Dia 26/10 - GLORY 70, dia 26/10, em Lyon (França).
Dia 22 e 23/11 - GLORY 71 e 72, em Chicago (EUA).
Dia 7/12 - GLORY 72, em Shenzen (China).
Dia 21/12 - GLORY Collision 2 - Arnhem (Holanda).

Esporte