Topo

Jogadores da Turquia saúdam operação na Síria após gol de empate contra a França

15/10/2019 16h06

Por Ece Toksabay

ANCARA (Reuters) - A seleção da Turquia está sob investigação da Uefa depois que jogadores da equipe comemoraram o gol turco no empate de 1 x 1 com a França na segunda-feira com uma saudação militar aos soldados que lutam no nordeste da Síria.

A entidade responsável pelo futebol europeu informou nesta terça-feira que está investigando um "comportamento político potencialmente provocador" dos jogadores durante a partida realizada em Paris e em outro jogo das eliminatórias da Euro 2020 contra a Albânia, no dia 11 de outubro.

Olivier Giroud fez o gol da França aos 30 minutos do segundo tempo da partida, mas Kaan Ayhan empatou para a Turquia seis minutos mais tarde. Em seguida, seus colegas de equipe se alinharam diante dos torcedores visitantes e prestaram continência.

O ministro dos Esportes turco, Mehmet Kasapoglu, defendeu a comemoração do elenco, dizendo que a Uefa usa dois pesos e duas medidas ao iniciar uma investigação sendo que não fez o mesmo com o meia-atacante francês Antoine Griezmann, que saudou o presidente Emmanuel Macron.

"Eu gostaria de dizer que a comunidade esportiva global não será enganada por estes esforços daqueles que tentam levar sua falta de sucesso no campo a outros lugares com alguns jogos por disputar", disse Kasapoglu, segundo a mídia estatal.

"Aqueles que não disseram uma palavra sobre a saudação militar de Griezmann naquele dia estão tentando dar outro sentido à 'linda saudação' dos jogadores da nossa seleção", afirmou, pedindo à Uefa que "aja com prudência".

Esporte