Topo

Dono de bar diz que Ralf não bebeu antes de acidente: "Estava tudo bem"

Carro do volante Ralf, do Corinthians, após acidente na zona leste de São Paulo - Lucas Faraldo/UOL
Carro do volante Ralf, do Corinthians, após acidente na zona leste de São Paulo Imagem: Lucas Faraldo/UOL
do UOL

Do UOL, em São Paulo

15/10/2019 19h02

O dono do bar em que Ralf esteve antes de se envolver em um acidente de carro na sexta-feira (11), na Zona Leste de São Paulo, afirmou que o volante do Corinthians não ingeriu bebidas alcoólicas naquela noite.

"Uma cerveja eles tomaram. Mas o Ralf, não. O Ralf sempre foi mais sossegado. Ele saiu numa boa, o motorista foi numa boa. Eu ainda falei para eles terem juízo", disse o homem, identificado como Pereira, em entrevista ao programa "Brasil Urgente", da Band.

"Estava tudo bem, estava bem. O irmão dele estava bem, estava todo mundo bem. Eles vêm aqui direto, não tinha nada errado", completou o dono do estabelecimento.

O veículo do jogador atingiu um idoso de 68 anos, bateu em um ponto de ônibus e destruiu dois portões de uma casa do bairro da Água Rasa. Ninguém morreu. O UOL esteve no local do acidente na manhã de sábado e ouviu relatos de moradores da região.

Várias pessoas contaram que Ralf correu risco de linchamento; testemunhas dizem ter visto uma pistola com o homem que tirou o atleta do local antes da chegada da Polícia Militar. Segundo pessoas próximas a Ralf, ele e os outros presentes no carro fugiam de um assalto no momento do acidente.

Quem estava no local só descobriu se tratar do jogador do Corinthians quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local para auxiliar na retirada dos ferros retorcidos dos portões, que bloqueavam a garagem em que o carro estava.

A garagem é fechada, de modo que o único acesso possível seria pela porta bloqueada; por isso, não foi possível confirmar quem estava ao volante no momento do acidente. Ao "Brasil Urgente", no entanto, uma testemunha (que preferiu não se identificar) disse o seguinte: "Gostaria de não comentar sobre o assunto, mas dava para ver, sim".

Esporte